Feliz onde está

Feliz e garantido na Ferrari, Räikkönen exalta relacionamento com Vettel e diz que apenas quer mais vitórias

Estrela da entrevista coletiva promovida pela FIA nesta quinta-feira, Kimi Räikkönen foi questionado sobre o que almeja correndo pela Ferrari depois de tanto tempo. Ao seu estilo, o finlandês foi direto: “Quero mais vitórias, para mim e para a equipe”

Ao menos antes do começo das atividades de pista do GP da Bélgica, prova que abre a segunda metade da temporada 2015 da F1, todos os flashes estão direcionados a Kimi Räikkönen. O finlandês esteve envolvido em muitos rumores sobre seu futuro na Ferrari, mas a escuderia de Maranello anunciou sua permanência por pelo menos mais um ano. Ao seu estilo, o finlandês de 35 anos demonstrou estar muito feliz com a renovação de contrato e quer muito mais.

Na entrevista coletiva promovida pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo) nesta quinta-feira (20) em Spa-Francorchamps, Kimi exaltou o bom relacionamento com o amigo e companheiro de equipe Sebastian Vettel. A relação saudável com o tetracampeão foi apontada por Maurizio Arrivabene como uma das chaves para sua permanência em Maranello até o fim de 2016.

Além disso, Räikkönen reforçou que está mais motivado do que nunca para mais um ciclo na Ferrari. Pela escuderia italiana, o nórdico já alcançou o Olimpo do esporte ao conquistar o título mundial em 2007, derrotando os dois pilotos que estavam ao seu lado na coletiva de imprensa desta quinta-feira: Fernando Alonso e Lewis Hamilton. 

Seu retrospecto pela Ferrari é positivo: em 81 GPs disputados, foram nove vitórias, cinco poles, 19 voltas mais rápidas e 27 pódios, além do título de 2007. Mas Kimi quer ir além e voltar ao topo do pódio. 

“O novo contrato não muda nossa abordagem para o fim de semana. Quero mais vitórias, para mim e para a equipe. Tive bons anos, anos difíceis, altos e baixos, mas sempre desfrutei. Obviamente que você curte muito mais quando as coisas estão correndo bem, mas como equipe, tive bons tempos e estou muito satisfeito porque vamos poder trabalhar novamente juntos no ano que vem”, declarou. 

“Sinto que estamos no rumo certo e que nós podemos fazer grandes coisas no futuro. As pessoas ficam mais felizes quando podemos alcançar melhores resultados e vocês escrevem menos coisas negativas depois disso. Mas seguimos trabalhando e acreditando no que estamos fazendo”, destacou. “Tenho certeza de que vamos chegar lá e vamos ter muitos, muitos dias felizes à nossa frente, com resultados muito bons”, acrescentou o veterano. 

Sobre Vettel, Kimi mostrou estar muito satisfeito com o trabalho ao lado do alemão. “Eu o conheço bem, temos um bom relacionamento. Temos um bom feeling um do outro e respeito na equipe. A equipe está trabalhando bem unida, e estou muito feliz por continuar na Ferrari”, ressaltou Räikkönen. 

Nesta semana, o piloto deixou claro que Sebastian foi o melhor companheiro de equipe que já teve, contrastando com o relacionamento frio que teve com Fernando Alonso na última temporada do espanhol correndo pela Ferrari, em 2014.

Fonte: Grande Prêmio

Ontem não falei muito sobre como me senti com esta renovação. A verdade é que fiquei surpresa com a minha reação à notícia da permanência de Kimi. Falando honestamente, nem alívio eu senti. Simplesmente não senti nada quando li a confirmação. Talvez eu até já saiba o motivo desta reação. Talvez...

Mas hoje posso dizer o seguinte, fiquei dividida com esta renovação. Uma parte feliz porque Kimi continuará (não estava preparada para me despedir este ano como estive em 2009, por exemplo) e a outra parte infelizmente, sabe que nada mudará. Arrivabene aceita Kimi porque não viu outra opção viável, e como Räikkönen não reage às merdas que a equipe apronta, elas continuarão acontecendo.

Enfim, agora que tudo está resolvido no papel. Vou me focar em Spa e tentar curtir o GP que nos reserva esperanças, mesmo quando tudo está complicado.

Beijinhos, Ludy

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Feliz Aniversário, Alonso!!!!