Não é para tanto...

Raikkönen consegue largar à frente de Vettel em condições normais. “Mas isso não me faz mais feliz”, minimiza

Kimi Räikkönen conseguiu pela primeira vez no ano se classificar à frente do companheiro Sebastian Vettel em condições normais. Mas o desempenho não impressionou o finlandês e nem o deixou mais feliz. Afinal, os dois vão dividir apenas a terceira fila, segundo ele

Criticado e ameaçado de perder a vaga na Ferrari para 2016, Kimi Räikkönen deu uma boa resposta, na pista, neste sábado (4). Pela primeira vez na temporada, o finlandês superou Sebastian Vettel em condições normais em uma classificação. Até então, a única ocasião havia sido no GP do Canadá, em que o alemão teve problemas no sistema híbrido do motor. 

Se este é o lado positivo, o lado negativo é que esta não foi uma grande tomada de tempos para a Ferrari. Kimi sai apenas em quinto, ao lado de Vettel e atrás das Williams de Felipe Massa e Valtteri Bottas. 

Ao ser questionado sobre a melhor performance que o companheiro ferrarista, Räikkönen respondeu no melhor estilo Räikkönen e disse que a comparação não faz a menor diferença. "Não estou feliz com isso. É algo que não me faz mais feliz", afirmou o nórdico da Ferrari. 

"Se estamos em quinto ou sexto, não me importa se ele está na minha frente, especialmente nestas posições. Isso só faria realmente diferença se estivéssemos em primeiro e segundo, mas não me faz mais feliz estar à frente nas colocações que estamos hoje", acrescentou. 

O campeão de 2007 avaliou ainda o desempenho em relação aos carros da Williams e revelou que só poderia ter lutado pelo terceiro posto se conseguisse fechar os três setores da pista como o mais veloz na comparação com os rivais ingleses. 

"Se tivesse conseguido juntar todos os meus melhores tempos nos três setores, provavelmente estaria em terceiro ou algo assim, mas fizemos o nosso melhor e, obviamente, é um pouco decepcionante estar em quinto. Então, acho que teremos de fazer melhor amanhã", emendou.

Fonte: Grande Prêmio 

Exatamente Kimi. Concordo! Ficar à frente é bom, mas feliz? Hello... se ele fosse o pole e Vettel o segundo, aí sim era motivo para ficar feliz.

Amanhã a briga com as Williams será daquelas...

Beijinhos, Ludy

Comentários

Postagens mais visitadas