100 que valem 1000!

Button vibra com progresso da McLaren Honda e diz que dar 100 voltas “é como se fossem 1000”

No ‘debriefing’ da McLaren, quem fala primeiro é o piloto. E Jenson Button, ao começar a reunião, não lembrava de nem metade das coisas que havia feito ao longo do sexto dia de testes da F1 em Barcelona. Foi o que contou o piloto inglês depois de dar 100 voltas com o MP4-30 nesta sexta-feira (27). Ele foi o quinto colocado.

Pela primeira vez em toda a pré-temporada, Button teve um dia verdadeiramente produtivo. Sem enfrentar problemas de confiabilidade, o piloto percorreu o equivalente a metade da quilometragem que a McLaren Honda tinha até o quinto dia de testes.

Para o campeão mundial de 2009, o que se viu neste sexto dia de trabalhos foi um progresso enorme de sua equipe na preparação para a temporada 2015.

 “Para muitos times, 100 voltas não é nada. Para nós, é como se fossem 1000 voltas. Há muito ainda para aprender com sobre esse pacote técnico”, declarou Button em entrevista acompanhada pelo GRANDE PRÊMIO.

“Foi um bom progresso. Não foi difícil melhorar em relação a ontem, na verdade, mas foi muito bom poder fazer 100 voltas. Foi um passo muito, muito grande hoje na confiabilidade, e é muito bom ver o quanto você pode fazer quando tem um carro confiável. Todos os testes que você pode fazer, as comparações, e não faz quando o carro para. Hoje nós fizemos!”, comemorou.


 O motor Honda não estava andando com a potência máxima que pode ter, mas com o máximo que é possível extrair dele hoje, de acordo com Button. Ele chegou a fazer três sequências de 12 voltas. E o principal progresso foi referente aos trabalhos aerodinâmicos que precisavam ser feitos. É isso que vai garantir ganhos de tempo até o GP da Austrália. Só depois disso vale a pena pensar no acerto do chassi — o domingo é uma boa oportunidade para isso, se tudo correr sem problemas nos próximos dois dias.

“Não fiz muito trabalho de acerto até agora, pois tem muitas voltas que você faz com peças aerodinâmicas que vão te dar muito tempo se você acerta para a primeira corrida, ao passo que o setup só vai te dar alguns décimos”, avaliou.

Outro objetivo é fazer toda uma simulação de corrida. Antes disso, há “muitas coisas a fazer”, disse Button. Dentre elas, checar até a marcha ré do carro. “Tem de fazer isso antes de ir para a primeira corrida”, comentou. “Coisas que você gostaria de deixar para o final, mas que precisam ser feitas.”

 (fonte: Grande Prêmio)

***

Vamos dar tempo ao tempo... Um dia a gente chega lá! Por hoje estou duplamente feliz: Alonso falou com a gente e tivemos um bom treino!

Melhor, impossível! ;)

Bjusss, Tati

Comentários

Postagens mais visitadas