Desemprego??

Com futuro incerto, Button torce por renovação com McLaren e garante: “Estou tirando tudo de mim e do carro”


Jenson Button ainda não sabe qual vai ser o seu destino na temporada 2015. Sem ter a confirmação de que vai prosseguir na McLaren e ameaçado pelas especulações envolvendo Sebastian Vettel e Fernando Alonso, o campeão mundial de 2009 revelou que teve uma longa conversa com Ron Dennis após o GP da Itália deste domingo (7).

 
Button garantiu que está tranquilo quanto ao rumo que sua carreira vai tomar, mas admitiu que gostaria muito de permanecer no time inglês.
 
“Não estou assustado e não tenho medo de ficar de fora do grid da próxima temporada. Mas eu quero competir, é o que eu amo fazer, especialmente como nestas últimas provas, quando, mesmo sem os resultados desejados, dei tudo de mim”, falou.
 
O piloto britânico explicou que passa por um momento feliz e acredita que Dennis vai tomar a decisão correta na hora de definir os pilotos para o próximo campeonato.
 
“Estou curtindo o momento, tentando tirar tudo de mim e tudo do carro, então estou muito feliz. Claro que Ron sabe que eu quero ficar e sabe que, pelo jeito que eu guio, que não estou piorando. É um homem inteligente”, completou.

Deixando de lado questões contratuais, Button contou que a conversa foi positiva para discutir o atual momento da McLaren.
 
“Esquecendo um pouco a minha situação e a do Kevin, foi bom ter falado com ele sobre o futuro do time e como está a performance do carro. Foi interessante, um momento também de otimismo pelos bons desempenhos nas últimas duas etapas”, disse.
 
O campeão de 2009 destacou o conjunto do time de Woking pela evolução após uma temporada e meia de dificuldades.
 
“Nossa evolução não passa apenas por Ron e os pilotos, mas toda a equipe que está seguindo na direção certa. É um bom momento nosso. Ano passado foi complicado, o início deste ano foi complicado, mas agora estamos encontrando o rumo certo. Estamos confiantes para o futuro”, declarou.
 
Button ocupa a sétima colocação no Mundial de Pilotos com 72 pontos. Kevin Magnussen, seu companheiro, é apenas o 12º, com 38. 


Fonte: Grande Prêmio


Não creio que JB ficasse mesmo desempregado no ano que vem, mas há muita diferença entre ter um emprego e um cockpit decente na F1.

By Lu  


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mas logo o Maradona??

Alonso em 2023

Roubou a cena!