Iceman's Club - "Kimi e Ferrari: 7 momentos marcantes e uma música" by Nelson

Hoje é a vez do nosso companheiro de IC, Nelson falar sobre os momentos mais marcantes que ele selecionou para este especial Kimi e Ferrari. #Confiram


Iceman's Club - "Kimi e Ferrari: 7 momentos marcantes e uma música" by Nelson

Kimi de volta àquela equipe, não precisa nem dizer o quão triste esse anúncio me deixou, preferiria que o finlandês voltasse ao WRC, por exemplo... mas não estamos aqui para falar sobre os meus sentimentos em relação a isso, e parte do processo de se acostumar com a imagem de Kimi dirigindo um carro com um cavalinho rampante é lembrar como foi a primeira vez, talvez enxergar que não foi de todo ruim, então vamos à minha lista:

1 – Brasil 2007: ver Kimi campeão (ainda que pela equipe errada... I have McLaren feelings) com certeza foi meu dia mais feliz como fã de automobilismo, nada superou até hoje a felicidade de ver Kimi terminar a corrida campeão após começá-la apenas em terceiro na classificação do campeonato, ainda que muitos não respeitem Kimi e creditem seu título mundial apenas a sorte, ele estava lá para aproveitar a chance que apareceu!

2 – Abu Dhabi 2009: sim, foi um momento ruim, Kimi estava sendo enxotado pela equipe em que, dois anos antes, fora campeão mundial, foi muito triste perceber como aquela equipe tratou o finlandês como lixo, como alguém que simplesmente não prestava para pilotar por eles, todo aquele ano de 2009 foi complicado, com aquele carro excepcionalmente ruim e a direção daquela equipe sempre colocando todo o ônus nas costas daquele finlandês “desinteressado” e “preguiçoso”.

3 –Bélgica 2008: um momento triste, a indicação de que 2008 não seria possível reconquistar o direito de utilizar o número 1 no próximo ano, uma corrida magistral de Kimi destruída no finalzinho, essa derrota no quintal de casa foi simbólica de como aquele ano não traria coisas boas dentro da pista para o finlandês.

4 – Austrália 2007: ah, a estreia, sim, ela foi excelente, uma ilusão de que a passagem de Kimi por aquela equipe seria boa, infelizmente tudo que ocorreu posteriormente não foi como o conto de fadas da primeira corrida de Kimi pelos italianos.

5 – China 2007: foi o início de uma virada improvável, ninguém apostaria que Kimi conseguiria descontar os 17 pontos que o separavam da liderança do campeonato, com apenas 20 pontos em jogo, Kimi ganhou a corrida e contou com um abandono do inglês da McLaren para manter suas chances no campeonato, seria complicado, mas não impossível, havia esperança após a corrida chinesa.

6 – Bélgica 2007: Kimi e Spa são sempre marcantes para qualquer torcedor de Kimi, uma vitória importante da campanha vitoriosa de 2007, para baixar para 13 pontos a diferença para o então líder do campeonato.

7 – Bélgica 2009: somente Kimi e Spa para tornar aquele carro vencedor. Marcante pelo reinado de Kimi em Spa, e por um motivo para sorrir durante aquela temporada.

Eu simplesmente não sei o que esperar dessa segunda passagem de Kimi por essa equipe, pode ser bom, pode ser ruim, eu só espero que Kimi realmente consiga o objetivo dele: um carro que permita a luta por mais um campeonato, caso contrário, voltar a essa equipe não terá valido nada, então só resta dizer a Kimi: Stand Up and Shout.



********

Ótimas escolhas Nelson! No final, sim, tivemos bons momentos para guardar, é que o final da primeira fase foi tão doloroso que a gente acaba esquecendo que também foi feliz na época vermelha! 

E como bom roqueiro que é, escolheu um metal!!! #gostei 

Valeu mais uma vez por sua participação Nelson.

Beijinhos, Ludy

Comentários

Manu disse…
Stand up and Shout! Maravilha de escolha, Nelson! \m/

=*

Postagens mais visitadas deste blog

Feliz Aniversário, Alonso!!!!