15 dias depois...

Após 15 dias em coma, Schumacher passa por testes no cérebro para avaliar extensão das lesões

Em estado ainda considerado "crítico, porém estável", heptacampeão sofreu remoção de pequena parte do crânio para minimizar a pressão intracraniana. Procedimento, contudo, pode levar a "complicações inesperadas", como novas hemorragias e infecção. Testes pretendem identificar qual foi a área mais afetada e quais ainda estão dormentes

A equipe médica que acompanha o quadro clínico de Michael Schumacher no Centro Hospitalar Universitário de Grénoble, na França, vai começar a realizar testes no cérebro do alemão na tentativa de localizar exatamente qual foi a área mais danificada. A ideia é descobrir que partes funcionam corretamente e quais estão dormentes. 

Há 15 dias em coma, o heptacampeão mundial, que segue em estado crítico porém estável, sofreu uma cirurgia de remoção de uma pequena parte de seu crânio, em uma tentativa de aliviar a pressão intracraniana sobre seu cérebro. A informação é do jornal alemão 'Bild'. 

Ainda de acordo com a publicação, o procedimento realizado traz riscos de "complicações inesperadas", como novas hemorragias cerebrais e infecção, além de mais danos relacionados a sequelas. De acordo com o neurocirurgião suíço Frédéric Rossi, os riscos "variam de inchaço até sangramento pela abertura da membrana externa do cérebro". 

Fonte: Grande Prêmio

É muito tempo gente!  Nada evolui para um quadro mais positivo. Que situação horrível!!!!

O restante da matéria acima está aqui, para quem quiser ler.

Beijinhos, Ludy

Comentários

Manu disse…
Seguramente uma situação tensa. Mas mantemos os pensamentos positivos e as orações. Que situação. :/

=*
Carina disse…
Mega agoniada com essa situação... traz tantas lembranças ruins... :(

Postagens mais visitadas deste blog

Feliz Aniversário, Alonso!!!!