Ele acredita

Brawn acredita em Mercedes forte em Monza e elogia carro da Red Bull: “Sem fraquezas”

Ao contrário de Lewis Hamilton, que não vê a Mercedes brigando pela vitória no GP da Itália, Ross Brawn está otimista quanto às chances da equipe em Monza, palco da próxima etapa do Mundial.

“Acho que apenas não tínhamos o carro certo para Spa, Estávamos próximos dos líderes, mas não tão à frente quanto nas últimas corridas. Não éramos muito bons no primeiro setor, principalmente na Eau Rouge, mas apresentamos uma boa aderência nas curvas de alta, o que foi realmente estranho”, comentou o engenheiro, que citou ainda outro motivo que pode ter contribuído para o fraco desempenho da equipe na pista belga.

“As configurações de cambagem e pressão dos pneus foram mais restritas do que anteriormente, o que também pode ter influenciado. Mas se isso [o fraco desempenho] aconteceu por causa de alguma mudança que fizemos, teremos que voltar ao que tínhamos antes. Precisamos entender melhor o que aconteceu”, observou.

Apesar de ver o desempenho na Bélgica como atípico, o chefe da Mercedes reconheceu a força do RB9, carro da Red Bull para esta temporada. “No passado, sabíamos em quais pistas eles [Red Bull] teriam dificuldades. Parece-me que eles trabalharam duro para superar as deficiências e, provavelmente, o carro não têm fraquezas agora”, disse.

Sobre a disputa pelo título, Brawn ainda vê a briga aberta. “Ainda há oito corridas e muitos pontos em jogo. Não vamos desistir. Eu tive uma conversa com o time e eles não ficaram muito contentes com o terceiro e quarto lugares obtidos em Spa. Não é o tipo de resultado que eles estão esperando, e é ótimo que a equipe tenha essa mentalidade de buscar resultados melhores”, concluiu.

Fonte: Grande Prêmio


Bonito o discurso. Quero ver na prática. Só isso.

By Lu

Comentários

Paula disse…
Mercedes por favor solte esta fera que esta dentro de você assim ajuda fazer a F1 mais interessante.

Postagens mais visitadas