"Não fomos bons o suficiente"

Button diz que esperava ver McLaren campeã em 2012, mas reconhece: "Não fomos bons o suficiente"

 No primeiro GP da temporada, Jenson Button venceu com sobras e muitos apontaram que a McLaren iria dar um banho nos rivais ao longo de todo campeonato. Mas não foi assim que o ano de 2012 aconteceu e os dois pilotos que acabaram brigando até o final pelo título foram Sebastian Vettel, da Red Bull, e Fernando Alonso, da Ferrari.

Com o início muito bom, o inglês acreditou que esperava vencer o campeonato e que viu, nas primeiras provas do ano, a Lotus mais forte que a Red Bull. Por isso, Button estava convencido de que iria brigar pelo campeonato com Kimi Räikkönen e Romain Grosjean.

 “Depois de cinco corridas, pensei que iríamos ganhar o campeonato. nós parecíamos muito competitivos e pensei que a Lotus estaria muito bem neste ano. Eles foram consistentes, mas não tinham um ritmo muito bom [em todas as provas]. Nas cinco primeiras corridas eu não teria dito que a Red Bull iria ganhar o campeonato neste ano”, disse Button.

A McLaren teve um ano muito irregular, o que tirou as chances de a equipe entrar forte na disputa pelo título. Lewis Hamilton conquistou sete pole-positions e venceu quatro vezes, enquanto Button venceu três provas. Os resultados colocaram os dois pilotos atrás de Räikkönen, o terceiro colocado no campeonato, e a equipe atrás de Red Bull e Ferrari no Mundial de Construtores.

“Estamos todos lutando pelo campeonato e apenas uma equipe pode ganhar. A Red Bull fez um trabalho muito bom e venceu o campeonato de construtores, enquanto nós fizemos um bom trabalho, mas não bom o suficiente”, explicou o inglês. “É um esporte muito competitivo e não devemos ficar desapontados com o ano. Nós apenas não fomos bons o suficiente”, completou.

Para ele, a consistência e a confiabilidade da Red Bull, em comparação com a McLaren, foram fundamentais na conquista do terceiro título. “Em termos de equipe, não fomos muito rápidos antes da pausa de verão. Não tínhamos ritmo antes de Hockenheim, mas avançamos muito com as atualizações”, falou.

“Mas não há uma equipe que tenha sito mais rápida do que nós durante boa parte do ano. A Red Bull foi mais consistente e mais confiável do que nós”, finalizou o campeão mundial de 2009.

Fonte: Grande Prêmio

Ele falou da inconstância e tenho para mim que esse é o principal ponto a ser levado em conta em todos os ultimos campeonatos. Não se vence uma temporara tendo um ano de altos e baixos. Cada ponto vale muito, mesmo em uma corrida ruim, aqueles dois pontinhso mirrados podem fazer diferença no final.

By Lu

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Feliz Aniversário, Alonso!!!!