Estrategista

Button elogia "bom companheiro" Hamilton e se diz pronto para liderar McLaren a partir da temporada 2013

Jenson Button disse não ter dúvidas de que está pronto para liderar a McLaren a partir de 2013, na sequência da saída de Lewis Hamilton, que decidiu trocar a inglesa, após seis temporadas, das quais três foram ao lado de Button, pela Mercedes, em um contrato de três anos. No próximo Mundial, o campeão de 2009 terá o jovem mexicano Sergio Pérez no cockpit ao lado nos boxes do time de Woking.

Falando sobre a expectativa do novo companheiro e da ausência de Hamilton, Button afirmou que o papel de líder é perfeito e lhe cai muito bem. "Definitivamente", disse o piloto de 32 anos ao ser perguntado se está pronto para comandar a McLaren. "Não é a primeira vez que vou fazer isso. Quando cheguei à BAR e Jacques (Villeneuve) estava de saída foi exatamente a mesma situação", completou.

"Eu estava lá para liderar a equipe e é algo que realmente quero muito, porque é onde consigo dar o melhor de mim. Eu posso de fato montar um time ao meu redor e direcionar essa equipe no caminho que eu quiser com o carro", explicou.

Jenson também afirmou que se vê como um dos melhores pilotos do grid, especialmente no que diz respeito ao desenvolvimento do carro. "Todos nós temos formas diferentes de pilotar e temos estilos distintos. Eu preciso de um carro em que possa desenvolver a minha maneira. Se for algo neutro ou desequilibrado, não serve para mim. Eu preciso me sentir confortável com o carro", completou.

O britânico ainda reconheceu que o trabalho ao lado de Hamilton foi bastante importante e que aprendeu lições valiosas com o ex-companheiro de time. "Lewis é muito rápido e definitivamente ele tem a velocidade que muitos sequer possuem nesta profissão, mas sabemos que a F1 não é feita de apenas um volta rápida e é aí que você ganha pontos." 

"Evidentemente, ele foi um companheiro de equipe muito difícil, muito duro em termos de velocidade, mas também foi um bom parceiro para se trabalhar e desenvolver o carro. Acho que aprendi muito com ele neste ano em termos de ritmo e cuidado com os pneus", concluiu.

Fonte: Grande Prêmio

Nas entrelinhas ficou bem claro o recado para a Carla Perez, não é mesmo? Desde a saída de Hamilton, Jenson não mede esforços para usar palavras como líder e liderar. Muito interessante acompanham esse comportamento e esse trabalho que o inglês vem fazendo. Além de bom piloto, Jenson tem se mostrado um bom estrategista fora do carro.

By Lu

Comentários

Anônimo disse…
Bem, eu não sei se o Jenson sabe, mas o Perez também já mandou seu recado: quer ser campeão, logo, no ano de estréia em Woking. Te cuida JB.

Anne

Postagens mais visitadas deste blog

Feliz Aniversário, Alonso!!!!