Uma das mais difíceis

Vencedor, Button diz que GP do Brasil foi uma das corridas mais difíceis que já teve na F1

 É verdade que a vitória caiu no colo de Jenson Button, neste domingo (25), no GP do Brasil. Afinal, o piloto da McLaren estava apenas na terceira posição, quando foi beneficiado pelo acidente entre Lewis Hamilton e Nico Hülkenberg. No entanto, as coisas não foram tão fáceis assim. O britânico afirmou que a etapa brasileira foi muito complicada, pois os pilotos precisavam controlar tudo o que acontecia na prova para saber o que fazer.

“Uma das corridas mais difíceis que eu já tive”, disse o vencedor. “As condições estavam muito complicadas, e muitas vezes você pensa que os intermediários são os pneus corretos, já que começa a travar os pneus aqui e ali. Você precisa apenas forçar até o limite e esperar pela equipe dar a você as informações. Não é só pilotar o carro, é preciso ter todas as informações da corrida”, declarou.

 Enquanto tomava conta da prova, Button reclamou da entrada do safety-car, após o furo no pneu de Nico Rosberg, já que até então ele estava na frente com uma enorme vantagem de mais de 40s. “Foi uma corrida muito boa, e as coisas ficaram mais difíceis com o primeiro safety-car. A corrida estava entre Nico Hülkenberg e eu, então ela ficou muito mais”, disse.

Por causa do carro de segurança, o duelo entre os dois piloto passou a ter a companhia de Lewis Hamilton, que, de fato, assumiu a liderança na prova. No entanto, o campeão da temporada 2008 acabou abandonando após um acidente com Hülk justamente na corrida em que marcava a sua despedida da McLaren.

Por isso, Button lamentou o abandonou do parceiro e afirmou que gostaria de ter brigado com ele pela vitória até o fim.

“É triste que Lewis não esteja aqui para aproveitar a última etapa com a equipe, mas corridas são assim, e essas coisas acontecem. Eu gostaria de lhe desejar o melhor. Nós trabalhamos juntos muito bem nos últimos três anos e mostramos isso nas primeiras 10 voltas, quando tivemos uma boa disputa”, acrescentou.

Button, por fim, reconheceu a boa corrida de Nico Hülkenberg e afirmou que esse tipo de surpresa deve ser ainda mais comum em 2013, já que as regras serão praticamente as mesmas desta temporada. “Eu não acho que esperávamos ver uma Force India hoje. A F1 está mais apertada em termos de regulamento. Não ter tantas mudanças deixa o grid mais competitivo, e vamos ver isso no próximo ano”, encerrou.

Fonte:Grande Prêmio

Foi uma boa vitória e Jenson teria lutado por esse título se não tivesse tido uma má fase tão grande no meio da temporada. Aquelas corridas todas sem marcar ou marcando muito pouco fizeram muita falta em um campeoanto apertado.

By Lu

Comentários

Daniel Machado disse…
Concordo. Torço pro ele desde BAR. Ele venceu nas minhas pistas preferidas (Spa e Interlagos), mas não foi o suficiente. Mas pra uma temporada dificil, foi bom vencer uma corrida nessas condições. Ano que vem ele será um candidato serissimo ao titulo. Assim espero.

Postagens mais visitadas deste blog

Feliz Aniversário, Alonso!!!!