Perigoso Räikkönen

Ferrari ainda crê que "piloto perigoso" Räikkönen seja ameaça ao título da temporada 2012

Stefano Domenicali, chefe da Ferrari, afirmou que Kimi Räikkönen é uma ameaça ao objetivo do time de conquistar o Mundial de 2012. Dirigente classificou o finlandês como piloto perigoso, mas não esqueceu aproximação de Lewis Hamilton

A vitória de Lewis Hamilton no GP da Itália no último domingo (9) não foi suficiente para tirar Fernando Alonso da liderança do Mundial, mas o resultado em Monza serviu para modificar a classificação da F1. O piloto da Ferrari segue na ponta, com 179 pontos, mas agora tem o rival da McLaren em segundo e Kimi Räikkönen em terceiro, distante apenas um ponto do representante de Woking.

A nova configuração da tabela acionou o alerta em Maranello e Stefano Domenicali, chefe do time, vê com preocupação a aproximação do finlandês.

“Tenho de respeitar todos eles”, afirmou Domenicali ao ser questionado sobre o piloto que mais ameaçava a Ferrari no Mundial. “Sempre disse que Kimi é um piloto perigoso passo a passo e ele está chegando cada vez mais perto”, lembrou. 

O dirigente, no entanto, não esqueceu a performance da McLaren de Hamilton, que veio mais forte para a segunda parte da temporada deste ano. 

“Hamilton, com o carro que tem agora, é muito, muito forte e vimos nas últimas corridas que tudo pode acontecer. Então acho que todos os pilotos que estão no top-5 ou 6, devem ser levados a sério”, defendeu. “Precisamos ver corrida após corrida qual a situação competitiva do carro que estão guiando. É a única coisa que temos de fazer agora”, continuou. 

A etapa italiana também causou um impacto na posição da Red Bull no Mundial de Construtores. Sebastian Vettel e Mark Webber abandonaram a disputa e não pontuaram. Como resultado, o time manteve a liderança, mas os mesmos 272 pontos que tinha após a etapa da Bélgica. Enquanto isso, a Ferrari ganhou uma posição na classificação e subiu para o terceiro posto. 

“Preciso dizer que o campeonato de construtores para nós é difícil, mas, por causa do abandono da Red Bull, não é impossível para os times top-4”, ponderou. “Então, este é outro fator de motivação para todos nós, para garantir que estamos tendo o desempenho que podemos e é isso que vamos fazer”, finalizou.

Fonte: Grande Prêmio

Infelizmente, sem carro, Kimi não poderá disputar nada, sr. chefe da Ferrari. Ele está sim, subindo aos pouquinhos, mas a realidade é que não há na Lotus a capacidade de vitórias de uma McLaren ou Red Bull. Se Kimi realmente chegar, será no braço.

Aliás, a Lotus tem mesmo que reconhecer (como fez Alan Permane ontem) que Kimi fez um excelente resultado, dadas as condições do E20. Aliás, nas duas últimas provas, se Kimi não fosse o piloto que é, este terceiro lugar no mundial nem seria possível.

Para encerrar, porque tenho que falar, tenho pavor quando este cara da Ferrari elogia Kimi. Pavor!

Beijinhos, Ludy

Comentários

bryan disse…
Domenicali quer ficar bem na foto depois de ter detonado Kimi internamente na Ferrari e com a imprensa italiana. Kimi está fazendo com a Lotus alguns milagres que o próprio Alonso fez na equipe quando ainda era Renault (2008/2009). Cada um com seu estilo , levando no braço mesmo.
Brian, concordo que Kimi tem feito um campeonato incrível, e até digo: o melhor depois de Alonso. Mas não há MENOR comparação deste carro que é um dos melhores do Grid com o R28 e R29! Como aqueles carros Kimi não conseguiria ser 3 no campeonato... com Alonso não foi!

Kimi tem mtos méritos sim, mas o carro tem ajudado e muito!

Bjuss, Tati
Sim Tati, o carro tem ajudado, mas eu entendi o que o Brian quis dizer. Dentro das situações enfrentadas por cada um dos dois (em épocas diferentes), Kimi tem sim carregado a equipe nas costas.
Para exemplificar, as pessoas não dão valor ao que Kimi fez com o F60, que era um lixo (porque estavam mais preocupadas em detonar e humilhar Kimi em 2009), e dão valor ao Fernando por ter melhorado o carro da Ferrari este ano, que era um lixo. Claro que ele tem seus méritos, mas o que eu quero dizer, e acho que foi neste sentido que o Brian falou lá em cima, é que em situações de necessidade, ambos os pilotos se fizeram presentes. Cada um teve a sua importância no momento que foi preciso.

bjs, Ludy

bryan disse…
Oi Tati, foi como a Ludy disse..... eu citei o Fernando porque na epoca do R28 e R29 ele conseguiu alguns podiuns e ate vitorias impossiveis para o carro que tinha. Assim como a lotus nao tinha carro para estar entre os 6 nas 2 ultimas corridas. Um bom exemplo foi a posição de largada do Grojean na Bélgica. Eu entendi sua resposta pois Alonso sofreu muito com 2 projetos mal nascidos .... em algumas pistas, o grip era zero.
wagner disse…
Na boa Ludy, nunca se pode esquecer de um talento nato como Raikkonen, simples assim...
Micael disse…
O Kimi fez milagre com aquela bomba chamada F60 em 2009, inclusive vencendo em Spa, se não estou errado foi o 1º ou 2º piloto que mais marcou pontos na 2º parte da temporada, e ninguém viu isso...
Este ano está indo alem do que a equipe pode em termos de pontos. Mclaren principalmente, ferrari e Red Bull estão um pouco acima da Lotus neste momento, essa diferença vem se mantendo principalmente em pistas de alta velocidade, nas mais travadas equilibra um pouco.

Enfim.. Kimi e Alonso estão fazendo excelentes campeonatos, assim como levaram nas costas as suas bombas ja... cada um no seu estilo, não tem o que discutir, só admirar.

Postagens mais visitadas deste blog

Mas logo o Maradona??