Elogio do chefe

Chefe da McLaren vê Button na briga pelo título de 2012: “Ele sempre acreditou nele mesmo”

Martin Whitmarsh, chefe da McLaren, acredita que a vitória de ponta a ponta no GP da Bélgica colocou Jenson Button de volta na briga pelo título da temporada de 2012 da F1. O dirigente admitiu que o britânico estava frustrado com a má fase vivida na primeira parte do Mundial, mas confia que o triunfo em Spa-Francorchamps vá servir como uma dose extra de motivação.

“Ele estava frustrado quando as coisas não iam bem, mas acho que com uma performance como essa, ele tem de acreditar que é capaz de chegar lá agora”, disse Whitmarsh. “Temos uma longa temporada pela frente.”

Com o resultado, Button chegou aos 101 pontos, 63 atrás de Fernando Alonso, líder do Mundial. “Claramente, temos um carro rápido. Temos sido rápidos em circuitos muito diferentes e isso deve ser reconfortante para ele. Isso deve dar a ele a confiança de que ele realmente pode fazer o trabalho”, considerou. “Na verdade, eu acho que ele sempre acreditou nele mesmo.”

Por fim, Whitmarsh também falou do fim de semana complicado de Lewis Hamilton. Além de ter sido tirado da prova ainda na primeira curva após um acidente com Romain Grosjean, o piloto se envolveu em outra polêmica ao publicar em sua conta no Twitter a telemetria do time de Woking. Ainda assim, Martin espera que o campeão de 2008 mostre força em Monza no próximo domingo.

“Foi uma semana difícil para o Lewis, mas ele é realmente muito forte e está ficando cada vez mais experiente”, avaliou. “Eu não ficaria surpreso se ele voltasse super forte e vencesse em Monza”, considerou.

“Agora, os pilotos e toda a equipe estarão focados nisso e nas corridas que temos pela frente”, encerrou.

Fonte: Grande Prêmio

Não se pode ter tudo, né Whitmarsh? Se um vai bem para caramba o outro escorrega no twitter, oras. rsrsrs

Falando sério, Jenson tem chance de título, mas como ele mesmo comentou após a vitória, essa chance ainda é muito pequena na atual conjuntura da coisa. Será que a Mclaren está tão melhor assim ou foi algo de momento?  São muitas as variáveis a serem consideradas. Eu não tenho opinião assim, depois de uma corrida. Até porque Jenson venceu a primeira etapa do ano e depois comeu o pão que o Schumacher amassou
(desculpa não resisti à piada maldosa. tenho sido muito boazinha com o Schu e tenho crédito de malvadeza para gastar).

O campeonato de 2012 vai ficar marcado de forma interessante quando vemos um piloto sem o melhor carro declarado liderando e outros com carros ditos como melhores ralando atrás de resultados.


By Lu 

Comentários

bryan disse…
Jenson tinha chances até Lewis divulgar os dados de telemetria da Mclaren. O Grojean já está estudando tudo para utilizar nas próximas corridas....
Não que o Grosjean entenda algo de telemetria, né Brian??? hahaha

Grosjean pilota mais ou menos da mesma forma que eu jogava Top Gear e Senna Monaco GP: sem pisar no freio e empurrando todo mundo.

hahaah

Bjs, Lu
Darswik I,cientista e artista disse…
O jovem Jenson renasceu neste certame,observei sua recuperação ao notar que o rapaz encontrou seu acerto ideal para o bólido,enquanto o jovem Lewis literalmente adotou um acerto que poderá enterrar-lhe novamente,tal como em 2011.
E quanto ao jovem veloz de Espoo, Kimi Räikkönen,magnífico e o menino de Heppenheim,Sebastian Vettel excelente e o menino canhoto de Fromr,Jenson Button,simplesmente esplêndido e fantástico,sua suavidade e sua inteligência sempre destacam-se.
Estou orgulhoso por ser torcedor de Jenson Button.

Postagens mais visitadas deste blog

Mas logo o Maradona??