Nelsinho Piquet sobre Grosjean e Räikkönen

Oi gente!!! Não sei se vocês leram, mas o Tazio publicou hoje esta entrevista (link aqui) com o Nelsinho Piquet. Vale demais ler o papo do brasileiro com os jornalistas. Muito mesmo. Aqui no blog, passei por fases com Nelsinho desde sua chegada à F1. Torci por ele, para que ele desse certo, depois fiquei chateada que ele não conseguia se adaptar, daí veio a pena (e o choque) que senti por ele ter estado naquela situação em Cingapura, e hoje, de verdade, admiro a luta do garoto para se firmar nos EUA e reconstruir sua carreira como piloto. Ele está no caminho certo, está se firmando e sinceramente, hoje, vejo nele a maturidade necessária para se tornar um cara que será referência para os brasileiros (junto com Miguel Paludo) que um dia quiserem tentar a Nascar como categoria automobilística.

Mas qual o motivo para eu estar falando sobre esta entrevista? Bom, estava lá eu lendo quando me deparei com as duas perguntas abaixo. Leiam. Meus comentários vêm a seguir.

UL – Você falou do Grosjean, que ele voltou para a GP2 e teve agora uma segunda chance na F1… 
Segunda chance não. Ele pagou, né. 

UL – Então, ele voltou a correr na F1. E tem muita gente surpresa que ele voltou andando rápido. Nós entrevistamos o Luciano Burti e ele diz que não é que o Grosjean foi lento na primeira passagem dele, mas que ele estava em uma equipe em que o Alonso era um catalisador de atenções [na Renault, em 2009] e que qualquer piloto que estivesse ao lado dele iria sofrer. Você esteve nesta equipe pouco antes do Grosjean entrar. Você sentia isso também? Não só pela qualidade do Alonso, mas até pelo jeito dele ser, acaba ofuscando o segundo piloto? 
O motivo que ele [Alonso] chama atenção é que ele é bom. Ele é o mais rápido e é o piloto que pode ganhar corrida. O motivo que o Grosjean está bem agora? Sim, ele está com um pouco mais de experiência, mais maduro. Mas ele está com o Kimi [Raikkonen]. Acho que o Kimi é bom, mas ficou dois anos parado. Vocês que conhecem um pouco da história do Kimi, acham que ele se manteve em forma nestes dois anos? Ele provavelmente ficou três anos brincando, fazendo festa. É diferente do Schumacher. Você vê o tanto que o Schumacher está apanhando, e com certeza nos três anos que ele ficou parado, ele deve ter ficado treinando, mantendo a parte física, andando de kart. Não é que ele parou no tempo. O Kimi ficou fazendo nada e voltou andando na frente do Grosjean. Acho que o carro deles é muito bom, excepcional. Se o Alonso estivesse no carro deles, estaria liderando o campeonato ainda mais longe do que está com a Ferrari. Acho que eles deram sorte de pegar um carro bom e o Grosjean pegou um companheiro de equipe que tem um nome forte, mas acho que não está no topo do desempenho que ele teve na McLaren ou na Ferrari. Você não consegue ficar três anos parado e voltar andando bem. Você vê o Schumacher, ele está apanhando, mas tem um cara bom andando do lado e o carro não é lá essas coisas. O que eu estou querendo dizer é que o carro está muito bom e é a situação perfeita para o Grosjean. O companheiro dele é um campeão mundial, mas é um cara meio sobe e desce. Para o Grosjean está sendo a exposição perfeita. O carro é bom e ele está com essa moral toda porque está andando perto do companheiro.

Fonte: Tazio

Então lá vamos nós... rsrsrs... Minha reação ao ler a resposta dele sobre como Gorsjean voltou à F1 só pode ser explicada assim... kkkkkkkkkkkkkk....#nadamaisaacrescentar

Agora vamos para a segunda parte. Discordo de Nelsinho quando ele fala que Grosjean está andando porque Kimi ficou parado dois anos e não se cuidou fisicamente. Não, não é por isto. Não sei se Nelsinho alguma vez já participou de um rali na vida, mas na minha opinião, uma pessoa não pode levar a vida de pernas para o ar, curtir o tempo todo, não se cuidar fisicamente e participar de eventos como os ralis do WRC, onde você compete de 8 a 10 horas durante três dias, em locais que exigem do seu corpo uma capacidade física no mínimo, em forma. Não é a F1? Claro que não é, mas se Kimi estivesse só em seu ritmo de festas, ele não teria dado conta de competir durante dois anos no WRC, e ficado entre os 10 melhores pilotos do campeonato por duas vezes.

Sobre a parte em que ele menciona que Alonso já estaria liderando o Mundial se estivesse com o carro da Lotus. Não dúvido que poderia mesmo estar à frente, mas não acho que seria tão fácil como ele sugere, já que este ano, temos mais equipes na disputa. E mesmo com a vantagem de Fernando no mundial, dúvido que ele esteja achando que as coisas estão tão fáceis assim, ainda mais que ele corre sozinho lá na Ferrari.

Pode parecer bobagem, mas eu acredito que o universo conspira quando as coisas têm que ser. Eu sempre digo que na minha opinião, para um piloto ser campeão precisa de talento, carro no mínimo competitivo, equipe unida e trabalhadora, e é claro, sorte. Alonso conseguiu tudo isto com perfeitção e por isto está na frente. Méritos para ele. Tem merecido estar no topo. #fato

O que me chamou atenção nesta parte da entrevista é que do jeito que Nelsinho falou, Kimi está muito abaixo de Alonso, por isto não consegue fazer o mesmo com a Lotus e ao compará-lo a Grosjean, usando os argumentos que usou, fez parecer que o finlandês é um piloto mediano, mesmo tendo mencionado Kimi como campeão mundial.

Ok, é a opinião dele e li de mente aberta. De verdade, mas discordo. Acho que Räikkönen tem feito um excelente mundial e em termos de performance, seu único problema ainda são as qualificações, ponto em que Grosejan vem se destacando, e superando o companheiro, pois consegue tirar o resultado do carro logo na primeira volta lançada e Kimi precisa de duas. Neste ponto eu vejo a falta que os dois anos fora da F1 fizeram. Mas só. De resto, ter ficado longe da F1 e não parado como Nelsinho menciona, nada atrapalhou Räikkönen em seu retorno. O talento e a experiência de Kimi apontam bem a diferença entre os dois nas pistas e na tabela do campeonato.

Para encerra, a vitória que o finlandês tanto precisa para estar mais perto dos líderes (Alonso, Webber e Vettel) e que poderia fazer com que as pessoas que vissem seu desempenho com melhores olhos, ainda não veio, passou muito perto no Bahrein e posso até dizer, na Hungria, mas isto não diminuiu o fato que para mim, depois de Alonso, no mundial deste ano, Kimi é o melhor piloto na pista, disparado.

Beijinhos, Ludy

Comentários

Arthur disse…
Não sei porque tanta implicâmcia com o kimi. Kimi não está lider porque ainda não venceu uma corrida
a sua posição no mundial não é por pura sorte, ele trabalha duro para conseguir seus resultados na pista, ai um carinha como esse fica diminuido Kimi que é piloto de talento e garra. E tem mais Kimi não precisa provar do que é capaz. Grosjean só tem o melhor carro (peças novas todas as corridas como ele disse) porque é piloto patrocinado pela Genni e Kimi dá de 10 a 0 nele, só tá perdendo nas classificações, mas é uma questão de tempo para o jogo virar. Quero ver alguém falar mau do iceman depois da(s) pole(s) e vitória(s) que fizer. Além do mais, depois da hungria os olhos de Boullier estão mais centrados no campeão de 2007... Kimi ainda derá muitas manchetes em jornais e revistas, mas dessa vez será uma chuva de elogios e cometários positivos sobre esse fantástico piloto.
Anônimo disse…
Ele foi muito infeliz falando sobre o Kimi, acho que ele não sabe o que é rali. Acho tb que ele não sabe que a única coisa que o Schumacher fez na aposentadoria foi andar de moto e alguns eventos de kart, nada tão competitivo que exija preparo físico. Ele precisa ter certeza/conhecimento antes de falar sobre algumas coisas.

Paula Ferraz
Anônimo disse…
Alonso teve foi sorte, isso sim além do mais em relação ao companheiro de equipe ele é superior nas classificações, diferente do Kimi X Grosjean, mas ainda há tempo(felizmente) para isso tudo mudar e o Iceman estampar para essa gente linguaruda que é o top1 na Lotus e quem sabe ele lidere o campeonato(mesmo que por curto tempo), ganhando 1 ou 2 vezes ele pode -
e ele pode mesmo. Eu torço para terminar a temporada entre os 3 primeiros e fazer dessa metade da temporada um show.

Larissa
fanny disse…
Acho que nesse caso não é mais uma questão de opinião ! É burrice ! Os LOeb, Latvala, Hirvonen, devem adorar um carinha desse desperzar tanto a categoria deles ! .... Não tinha nada mais contra o Nelsinho, agora só me vem uma palavra: patético ! ah, e inveja mata !
Manu disse…
Acho que vc disse tudo Ludy, e não há o que mais comentar.
Discordo plenamente do Nelsinho e é comentários como o dele que forma a opinião da grande maioria das pessoas. A gente sabe que as pessoas não lêem por ler, elas lêem e escolhem aquilo que querem acreditar, aquilo que sobrou, eles jogam fora.
Daí um Zé-das-couves lê essa resposta do Nelsinho e associa com a fama "Kimi de ser", e junta as pitadinhas mal escritas da Mariana Becker sobre a volta do finlandês; e pronto! Está feita a receita da discórdia, que fará, volta e meia, surgir na boca de alguém que gosta de nos provocar.
Nada contra Nelsinho, está é opinião e respeito, afinal a gente tem o direito de achar o que deve sobre as coisas.
Mas temo que colocações desse tipo sempre será "nosso" calcanhar de aquiles.

=*
Anônimo disse…
Esse tipo de comentário do Nelsinho em relação ao Kimi é coisa de piloto frustrado. Já li isso outras centenas de vezes, só que os protagonistas eram outros. Meu bem, vamo sentar num F1 e ganhar um campeonato, aí a gente conversa!!!

Paula Ferraz
José Renato disse…
Kimi é o melhor de todos esse ano. O único dos ponteiros que ainda não venceu.
Carlos disse…
Depois daquele papelão ridículo de 2008, quem é Nelsinho Piquet para falar sobre como piloto 'x' ou 'y' chega ou se mantém na F1? Um cara que se vendeu ao participar do maior esquema de manipulação de resultado que esse esporte não tem muita moral para falar sobre ninguém.

Isso sem falar no puxa-saquismo que esse cara nutre pelo tão aclamado bi-campeão mundial, meu deus do ceu....patético.
Alex disse…
Não entendo porque do Piquet JR puxar tanto o saco do Alonso... O cara simplesmente o mandou bater no muro para ele ganhar a corrida...

Devia ter vergonha na cara, patético...

wagner disse…
Piquet me parece ter sido infeliz em seus comentários, pois mesmo eu torcendo por Alonso, não imagino que para ressaltar o talento de um, não precisa desmerecer o outro, simples assim. Resumindo: para um ser bom, o outro não precisa ser ruim. Mais cautela, afinal, Raikkonen, também é top!

Postagens mais visitadas deste blog

Mas logo o Maradona??