"Desejo é seguir na Williams"

Senna brinca sobre vaga na Ferrari e garante: desejo é seguir na Williams

 Após boas apresentações na fase europeia do Mundial de Fórmula 1 e um bom sétimo lugar no GP da Hungria, Bruno Senna está com moral dentro da Williams. Os bons desempenhos renderam elogios da equipe e fizeram o piloto retornar ao Brasil para o intervalo de agosto confiante em sua permanência no time para 2013. Bruno garante que sua prioridade é seguir na Williams, mas, de bom humor, diz que não recusaria um convite para substituir Felipe Massa na Ferrari.

- Quem não aceitaria um convite da Ferrari? Mas isso aí é especulação, não tem muito fundamento. O Felipe tem ainda toda a chance de provar o que ele consegue fazer. Todo mundo sabe que ele já lutou por campeonato, e tem todo o potencial de manter a vaga dele, continuar lutando por bons pontos e boas vitórias. Estou na minha própria luta. Se Deus quiser, o Felipe vai continuar e nós vamos fazer mais um ano juntos – diz o sobrinho do tricampeão mundial Ayrton Senna.

Frisando que sua intenção é permanecer na Williams e assim disputar duas temporadas pelo mesmo time – algo que não faz desde a Fórmula 3 Inglesa, em 2006 – Bruno comentou a recente promoção do ex-piloto Toto Wolff ao cargo de diretor executivo da equipe. Para o brasileiro, o austríaco é o nome certo para a Williams neste momento de renascimento após uma série de temporadas difíceis, atuando especialmente nos setores econômico e político.

- O Toto é um empresário muito bem sucedido, gosta de automobilismo e tem um espírito muito parecido com o da equipe sobre como enxerga a competição. E tem muita sede de resultados, sede de melhorar, para a equipe ser campeã de novo. Ele tem interesse próprio na equipe e não vai poupar esforços para levá-la para frente. Se o Toto enxerga que o line up atual de pilotos vai trazer o melhor resultado para ele, é isso que ele vai fazer – aposta o brasileiro.

Com apenas um ano de contrato, Bruno tem como principal rival para sua permanência na Williams o atual reserva da equipe, Valtteri Bottas. Agenciado por Wolff, o finlandês já fez testes pelo time e está cumprindo um extenso programa de treinamento, substituindo Senna em 15 sessões de treinos livres ao longo do ano. Sem temer a presença do jovem talento no mesmo box, Bruno não nega o potencial de Bottas, mas diz que o piloto – cujo estilo se assemelha ao do outro titular do time, o venezuelano Pastor Maldonado – ainda precisa acumular experiência.

 - Acompanho todo o trabalho dele pela telemetria, pois preciso me preparar para o próximo treino, ver com os engenheiros o que vamos fazer com o carro para o meu estilo de pilotagem. O Bottas é jovem, ainda precisa de experiência para fazer boas simulações de corrida, mas é um piloto muito rápido, promissor. Toda vez que entra no carro tem boa performance, e tem sido maduro para não fazer muita besteira. Ele tem um futuro promissor – analisa Bruno.

De férias no Brasil, Bruno Senna também conversou com o repórter Bruno Laurence, da TV Globo, sobre seu atual momento na Fórmula 1 e as perspectivas para o restante da temporada. A entrevista vai ao ar neste domingo, dentro do Esporte Espetacular, que começa às 9h30m da manhã deste domingo.

Fonte: Globo.com

O que seria das férias sem as especulações sobre quem vai para onde? Só alguém  muito ufanista e sem noção alguma de F1 iria pensar no Bruno, nesse momento, na Ferrari.

Gostei bastante da entrevista e da segurança do guri nas respostas. Boa política em não se amendrontar com a situação entre o Toto e o Bottas.

E é isso mesmo: tem que correr e pontuar o quanto der. E muito respeito com a Williams! hunft!


By Lu

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mas logo o Maradona??