Acordo

Nürburgring busca acordo de longo prazo para permanecer no calendário da F1

Jorg Lindner, administrador do circuito de Nürburgring revelou encontro recente com Bernie Ecclestone e garantiu que circuito busca vínculo de longo prazo com a F1

Jorg Lindner, administrador do circuito de Nürburgring, segue confiante de que o autódromo vai permanecer no calendário da F1 apesar dos problemas financeiros. Recentemente, a pista precisou de um empréstimo de € 254 milhões (aproximadamente R$ 640 milhões) feito pelo estado alemão de Renânia-Palatinado para evitar a falência.

Responsável pelo circuito até 2040, Lindner afirmou que tem a intenção de permanecer no comando até a data e garantiu que, apesar dos rumores, segue negociando com Bernie Ecclestone a permanência do traçado no programa da F1. 

“Todos estão falando sobre o Sr. Ecclestone, mas ninguém, exceto nós, está falando com ele”, disse Lindner, revelando um encontro recente com o chefão da F1 em Londres. “Especificamente, estamos focando em uma relação de longo prazo, não apenas para 2013”, completou.

Fonte: Grande Prêmio

Quando eu leio estas notícias sobre os autódromos clássicos da F1 em condições financeiras difícieis para se manter na F1 (sob as taxas enlouquecedoramente caras que Bernie deve pedir) vejo que o futuro da categoria em terras europeias está cada vez mais nebuloso.

Em um calendário como o deste ano por exemplo, temos 20 corridas, com 8 sendo na Europa, 8 na Ásia, 3 na América e 1 na Oceania. Viram só isto, os asiáticos empataram com a Europa, que costumava ser a líder absoluta.

Todo ano vemos Spa sofrer para ser mantida, não temos corrida na França, e agora a Alemanha penar para manter seu circuito.

A verdade é que em um futuro bem próximo, é bem capaz de não termos quase mais nenhum GP na Europa, que é o berço da F1.

Beijinhos, Ludy

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mas logo o Maradona??