Räikkönen na briga pelo título?

Após mais um pódio, rivais colocam Raikkonen na briga pelo título de 2012

Segundo lugar na Hungria foi quinto pódio do 'Iceman' no ano. Especulado na Ferrari, finlandês não fechou as portas, mas se disse feliz na Lotus

Arte: Globo Esporte.com

Conhecido como "Homem de Gelo", Kimi Raikkonen não costuma sorrir muito, nem mesmo quando sobe ao pódio. No entanto, os desempenhos pela Lotus em 2012 mostram que o finlandês está muito à vontade em seu retorno à Fórmula 1. Após dois anos ausente da categoria máxima do automobilismo mundial – período em que disputou o mundial de Rally - Kimi parece que nunca esteve longe.

No GP da Hungria deste domingo, ele teve mais uma bela atuação: largou em quinto e chegou em segundo, pertinho do vencedor Lewis Hamilton, da McLaren. Chefes de times rivais já se renderam às boas performances do campeão mundial de 2007 e à força demonstrada pela equipe Lotus, que também conta com o francês Romain Grosjean. Inclusive, apontam o "Iceman" como um dos candidatos ao título deste ano.

- A Lotus tem sido veloz durante todo o ano e eles possuem dois ótimos pilotos. E Kimi está na luta pelo campeonato. Ele está apenas um ponto atrás de Hamilton. Seria tolo subestimar nossos rivais no momento - admitiu o chefe da RBR, Christian Horner.

Apesar do bom resultado em Hungaroring, Raikkonen caiu da quarta para a quinta colocação no Mundial de Pilotos por causa da vitória de Hamilton. Agora, o finlandês possui 116 pontos, apenas um a menos que o britânico da McLaren. O líder é Fernando Alonso, da Ferrari, com 164 pontos, seguido pela dupla da RBR, Mark Webber e Sebastian Vettel. Ainda há 225 pontos em jogo nas nove provas restantes. O comandante da Ferrari, Stefano Domenicali, foi outro que elogiou Raikkonen e Lotus.

- Não estou surpreso por Kimi, porque sempre o achei um ótimo piloto e é um campeão mundial, coisa que não se consegue, se não tiver algo especial. A Lotus tem um carro forte desde o início do ano e é muito cuidada com os pneus. Serão uma equipe muito boa na segunda parte da temporada - disse.

Cinco pódios em onze corridas

A consistência de Raikkonen em 2012 é outro fator que impressiona. O piloto da Lotus terminou na zona de pontuação em dez das 11 provas, ficando de fora apenas no GP da China, quando despencou de 2º para 14º em razão do desgaste dos pneus. Ele subiu ao pódio cinco vezes no ano: três em 2º lugar e duas em 3º. Após bater mais uma vez na trave na Hungria, Kimi lamentou não ter conseguido, enfim, subir no degrau mais alto do pódio, fez um resumo da prova e reiterou que fará de tudo para levar a bandeirada em primeiro

- É uma pena não ter conseguido a vitória. Mas foi um bom resultado para a equipe e vamos continuar dando o máximo para atingir este objetivo. Minha largada não foi ruim, mas tive problemas com o KERS e perdi a posição para Alonso. Fiquei no meio do pelotão, mas depois tive pista livre e pude conseguir algumas posições após a segunda parada. A equipe disse que eu voltaria muito perto de Grosjean, mas, no fim, deu tudo certo. Tentamos alcançar Hamilton, mas era impossível ultrapassá-lo – contou.

Finlandês é especulado no lugar de Felipe Massa, na Ferrari

De volta aos holofotes em 2012, Kimi está presente também nos rumores sobre o vai e vem da Fórmula 1 para o próximo ano. Segundo a revista inglesa “Autosport”, o finlandês estaria no radar da Ferrari – equipe em que conquistou o título de 2007 - para ocupar a vaga do brasileiro Felipe Massa. No entanto, a saída conturbada no fim de 2008 e um possível mau relacionamento com o presidente Luca di Montezemolo pesariam contra. Perguntado sobre o assunto, Raikkonen garantiu não guardar mágoas e não fechou as portas, apesar de se dizer satisfeito na Lotus.

- Sempre disse que não tenho ressentimentos com a Ferrari. Tive um bom momento com eles. Venci um campeonato lá. Nunca se sabe o que vai acontecer no futuro. Mas estou feliz onde estou agora. As coisas estão caminhando bem – comentou o piloto, que possui 18 vitórias na F-1.


O chefe da Lotus, Eric Boullier, rebateu os rumores e disse que não há motivos para Kimi sair. Para o dirigente, ir para a Ferrari para virar segundo piloto de Alonso seria uma fria para o "Iceman". 

- Kimi está feliz aqui e não acredito que a experiência dele na Ferrari tenha sido tão boa. Estar com Grosjean é certamente mais fácil do que estar com Alonso. Não acho que Kimi gostaria de ser segundo piloto da Ferrari quando tem a chance de ser número um aqui – frisou. 

A Fórmula 1 dá uma pausa e retorna para o GP da Bélgica, que será disputado de 31 de agosto a 2 de setembro. A prova e o treino classificatório no tradicional circuito de Spa-Francorchamps serão transmitidas ao vivo pela TV Globo. O GLOBOESPORTE.COM acompanha em Tempo Real, com vídeos. Os treinos livres terão transmissão do SporTV. 

Fonte: GloboEsporte.com / A dica do texto veio do leitor: Brian

Lendo esta matéria a única pergunta que quero fazer é: vocês leitores, acreditam que Kimi ainda tenha chance de lutar pelo título de 2012?

Eu vou ser sincera, porque pensei à beça sobre isto desde ontem. Nem passava pela minha cabeça uma possibilidade desta quando Kimi retornou à F1 porque jamais imaginei que a Lotus teria carro para tanto. O que eu realmente queria era o reconhecimento do piloto que ele é. Exatamente como está acontecendo e que podemos ver no texto acima.

Mas fiquei pensando com os meus botões, se a Lotus conseguir melhorar ainda mais com as atualizações que trarão das férias, se forem capazes de obter melhores posições no grid estando assim em condições reais de lutar por vitórias, e finalmente vencê-las, sim, Kimi entra na briga tanto quanto Hamilton. Tenho certeza disto.

Beijinhos, Ludy

Comentários

Ao anônimo que comentou, não aceitamos postagens que não estejam assinadas conforme está escrito acima.

Sinta-se à vontade para comentar novamente.

Ludy
Joana disse…
Kimi fica na Lotus. Se Kimi ir para a Ferrari esta fazendo a maior burrice da sua historia. A Ferrari pode ter a melhor estrutura mas a invoção esta na pequenas equipes. E preferivel jogar a Ferrari no lixão e valorizar as pequenas.
Manu disse…
Kimi está num patamar muito interessante que jamais imaginaria que estivesse no primeiro ano de retorno. Mas ao mesmo tempo não é surpreendente. O que surpreende é a Lotus ter um carro realmente bom. Acho que nossos medos poderiam ficar de lado, quando Kimi aceitou vir para essa equipe. Ele não voltaria se não soubesse o que poderia fazer.
E matematicamente, sim ele tem chances. E pela constância nos GPs, acho que até mais que Hamilton. (Olha eu fazendo polêmica, huahuahuahua...)

=*
Daeraquel disse…
Em algum lugar eu li algo assim " não crie expectativas para não de decepcionar". Deste o começo do ano procuro não esperar muito, mas é quase impossivel, eu quero sentir o gosto da vitória novamente, eu quero ele campeão.....Ele tem condições pra chegar lá ainda este ano, mas acho improvavel, o Alonso tem uma boa vantagem, e não é cara de correr riscos desnecessários, e tb pra chegar lá não depende so do Kimi e sim de um bom conjunto entre piloto, carro e equipe...eles ainda não caminham no mesmo ritmo....estão quase conseguindo, mas acho que vai se meio tardio para um título quando isto ocorrer.

Kimi na ferrari NÃO, NÃO E NÃO....seria uma facada no peito....improvavel, mas não impossivel assim como um titulo neste ano.....

Acho que ele continua na Lotus...se não for pra ir pra MClaren, prefiro ele na lotus....
Manu, a vantagem de Hamilton não é seu talento, é sua equipe, que se recupera e tem recursos para tal, muitos maiores que o da Lotus. Aí reside o problema maior. Agora se eu fosse falar de talento, Kimi sempre será melhor do que ele, na pista e na cabeça.

Entendo e concordo com vc Dae. Totalmente!!!

bjs, Ludy
bryan disse…
Boa tarde , eu já acho que a evolução da Lotus tem participação direta dos pilotos : Kimi e Grojean. Grojean porque é rápido e foi piloto de testes da Pirelli. Kimi porque tem o talento nato da velocidade , experiência de campeão do mundo e ex-piloto de grandes equipes como McLaren e Ferrai. Ao contrário do que já foi noticiado, Raikkonn é um excelente "acertador" de carros. Os engenheiros da Citroen ficaram impressionados com suas avaliações no WRC.
Fê Lima disse…
Ludy,

Se você passou a acreditar que ele pode ser campeão, com toda certeza ele irá! rs..

Brincadeiras a parte, ainda tem muitos pontos na disputa, a Lotus tem um bom carro e parece começar a acertar nas estrategias com Kimi, maaaaaaaas Kimi tem que deixar da preguiça nos treinos, o campeonato está aberto e tudo pode acontecer, até mesmo Kimi campeão novamente!!

Que venha SPA *-*
Brian, bem lembrado esta dos engenheiros da Citröen.. :) E é claro, o input dos pilotos também é importante nesta evolução, concordo.

Fê, se ele será ou não, eu não sei, mas que eu acho que vai disputar, estou realmente achando que sim.

bjs, Ludy
Anônimo disse…
Matemáticamente existe a possibilidade. Kimi precisa vencer. Só assim ele entrará na briga de vez. Do contrário fica mto dificil.

A vantagem de Alonso é considerável.Quando ele não pode ganhar ele belisca 2º3º4º5º e esses pontos são fundamentais pro titulo que pra mim está 75% com o Alonso. 15% credito pro Vettel e 10% pro Kimi (Que repito...precisa vencer e essa vitória vem agora em Spa). Não acredito em Webber (2ºpiloto da Redbull) e Hamilton (Esse se enforca sozinho).

Go Kimi, is time to Win!

Andrey

Postagens mais visitadas deste blog

Mas logo o Maradona??