Hamilton vence na Hungria


Não há pneus ruins, kers ou o que for que coloque emoção no Grande Prêmio da Hungria. Se até Valencia foi animadinha neste ano, em Budapest não tem como. Poucas ultrapassagens e mesmo o trabalho de box não deu jeito na procissão.

Hamilton venceu do jeito que começou a prova. A emoção ficou por conta de Kimi, o homem da prova. 

Na largada Hamilton manteve a ponta, e Grosjean chegou a ser ameaçado por Vettel, mas o alemão não conseguiu superar o piloto da Lotus.Um pouco mais atrás, Kimi perdeu a posição para Jenson Button nas primeiras voltas.

Mas o finlandês não é campeão a toa. Fazendo uma corrida bem pensada, Kimi preparou o bote para depois da segunda parada. Na segunda janela de pits Kimi conseguiu a segunda posição e ainda a defendeu lindamente em cima do companheiro de equipe, Grosjean. Kimi tentou se aproximar e dificultar a vida de Hamilton, mas não conseguiu chegar próximo o suficiente. 

O ponto positivo foi a afirmação de Kimi sobre o companheiro de equipe. Ficou bem claro no desenrolar da prova e na defesa de posição quem é o homem e quem é o menino mimado.
O aniversariante do dia, Fernando Alonso, fez uma corrida discreta. Sem conseguir ultrapassar tem que se contentar com o quinto lugar e a manutenção da liderança do campeonato com esses pontinhos.

Jenson Button tinha tudo para terminar em uma posição melhor, mas não teve como quando a estratégia não funcionou e a largada não foi tão boa.  O ruim é que enquanto ele amaraga pontinhos magros, o companheiro de equipe vence. 

O mesmo vale para Vettel, o quarto colocado, que também fez uma corrida bem morna e sem gracinha. Sorte dele é que o companheiro de equipe não vence assim tão fácil.

E as Mercedes? Outro final de semana horrível. Nico terminou mais uma vez na 10ª posição e somou mais um pontinho. Só um pontinho. Schumacher, nem isso. Teve problemas na largada, saiu dos box e ainda abandonou.

By Lu

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mas logo o Maradona??