Globalização


Em meio a crise europeia, Alonso exalta “vitória espanhola em carro italiano e decidida por grego”

O GP da Alemanha viu uma vitória multinacional de Fernando Alonso. Pelo menos assim definiu o piloto da Ferrari, que alcançou a marca de 30 vitórias na carreira e se tornou o quinto a completar três dezenas. O bicampeão precisou conter a pressão inicial de Sebastian Vettel e, depois, de Jenson Button, para conseguir ficar mais tranquilo apenas nas voltas finais.

No pódio, em entrevista a Niki Lauda – novo procedimento da F1, que estreou no GP da Inglaterra – Alonso mencionou o trio de nacionalidades, cujos países vivem momentos complicados financeiramente, que pôde comemorar no circuito alemão de Hockenheim: “Não entendo muito de política, mas sei que as coisas não estão bem na Espanha, mas foi uma vitória de um piloto espanhol em um carro italiano e decidida por um homem grego”. O ‘homem grego’ é Nikolas Tombazis, designer-chefe da Ferrari.

Há um mês, quando venceu no GP da Europa, em casa, na Espanha, Fernando carregou a bandeira espanhola e chorou no pódio, o que emocionou seus compatriotas.

Esta foi a terceira vitória de Alonso em Hockenheim, no GP da Alemanha. Ele ainda venceu duas vezes em Nürburgring, também em solo germânico, contudo, nos GPs da Europa de 2005 e de 2007. “É bom vencer aqui, mas nós curtimos a corrida. Estávamos competitivos ontem, na chuva, e largamos na pole”, disse, interrompido pelos torcedores da Ferrari, que o ovacionavam.

“Largar na pole, eu acho, foi o fator-chave, porque talvez não fôssemos os mais rápidos da pista”, que dominou a corrida deste domingo, tendo perdido o primeiro lugar apenas durante a primeira rodada de pit-stops, quando entrou nos boxes antes de Vettel.

Na metade do campeonato, Alonso soma 154 pontos, 34 a mais que Mark Webber, que tem 120. Terceiro, Vettel tem 118. Isso significa que, pela primeira vez em 2012, o líder vai chegar a uma prova tendo uma vantagem de mais de uma corrida sobre o segundo colocado no campeonato. Na Hungria, palco da próxima etapa, Alonso venceu apenas uma vez, em prova que marcou o seu primeiro triunfo na F1, em 2003.
(fonte: Grande Prêmio)

***

Uiiii! Não gostaram da brincadeira!
Uiiiii eu vi gente irritadinha por causa de um comentário (sem nada demais) do Alonso!!! hehehe  #medivirtomuito
Ué, todo mundo brinca e faz piada, Alonso não pode por que?!?

Bom, acabei de assistir a corrida, já que estive fora o dia todo. Alonso dominou geral, ainda que a diferença fosse pequena para os outros pilotos. Concentração, frieza, competência... é com este moço!rsrs

Ainda tenho uma grande dificuldade em acreditar que tudo isso é real. Sério... ainda é cedo ... mas tô gostando disso! hehehe

AH! Quantos você querem apostar que Marko vai insinuar alguma coisa nos próximos dias?! hehehe É só contar a até 3. 3 ... 2... 1... valendo!

Se Alonso vai vencer ou não, não faço ideia... mas agora que deixaram ele gostar da brincadeira, a vida destes pilotos ficou bem, mas BEM mais difícil!! rsrs

AH! Vale lembrar: AMANHÂ começa a Semana Fernando Alonso 2012! AGUARDEM!

Bjus, Tati

Comentários

wagner disse…
Hahahahuhuhu...Avanti Fernando! P1! Magico!Fora de série!
Fernando Kesnault disse…
Parabens ao F.Alonso pela excelente fase profissional e uma espécie de Moção de pesar às bestialidades cometidas pela direção de prova em punir Vettel pela "ultrapassagem" sobre Button (o que fez de errado??)...de tudo...um grande abraço a voces meninas....tô longe de casa mas às vezes se consegue entrar na internet...
Ciro disse…
E ele falou algo certíssimo, que para a pessoa que via de casa poderia ser algo ruim enxergar o carro cheio atrás dele, mas que ele não se preocupou tanto.

Enfim, me arrisco a dizer que ele colocou a mão na taça e se a regularidade se mantiver, esse título e dele, ou nosso. =)

Postagens mais visitadas deste blog

Mas logo o Maradona??