Ele não viu

Vettel isenta Webber de culpa por ‘fechar a porta’ no Q3: “Ele provavelmente não me viu”

Correndo em casa, Sebastian Vettel não conseguiu garantir a pole-position do GP da Alemanha, mas partirá da primeira fila para iniciar a busca por sua primeira vitória em seu país natal. Sob chuva, no Q3, o alemão acabou atrapalhado por seu próprio companheiro de equipe, Mark Webber, e perdeu a chance de registrar o melhor tempo da fase final da classificação.

Vettel, contudo, não culpou o australiano pelo incidente. “Eu perdi uma volta porque fiquei preso atrás dele, mas, nessas condições, é muito difícil. Ele provavelmente não me viu pelo retrovisor”, lastimou o piloto. Logo na sequência, porém, reconheceu que não havia muito que Webber pudesse fazer: “Nessas condições, faltando dois minutos para o fim da classificação, você tem mais duas volta, você não pode encostar, não dá para deixar as pessoas irem embora e dar outra volta”.

“Com certeza perdi um pouco ali, mas depois a pista estava melhor, não muito, mas estava. Só que essas condições, tudo é extremamente traiçoeiro, então você acaba sempre deslizando um pouco, nunca está no lugar em que planejava estar”, acrescentou Vettel. “Em todo caso, eu acho que tínhamos ritmo para colocar o carro na pole. Fernando teve uma estratégia melhor, mas nessas condições acaba sendo uma loteria. Você pode perder o carro sem cometer nenhum erro, aquaplanando. Felizmente, isso não aconteceu”, completou o alemão.

Apesar de a Red Bull e a Ferrari estarem superiores nas últimas corridas, Vettel descarta que são só as duas que vão brigar pelas vitórias nas 11 provas que restam em 2012. “Eu não acho que será assim”, descartou. O alemão destacou a força da McLaren e a velocidade da Lotus, que chegou a disputar vitórias mas ainda não conseguiu emplacar um primeiro triunfo no ano.

“Há outros times que podem entrar na briga. A diferença na pontuação até agora não é muito grande. A McLaren esteve muito rápida em ritmo de classificação durante todo o fim de semana, mas no Q3 acabou ficando para trás”, analisou o atual bicampeão mundial. “Eles estarão rápidos amanhã”, afirmou. 

“A Lotus também está rápida, foi bem nas últimas duas corridas. Enfim, tudo está muito perto. Estamos consistentes, e terminar no top-3 é a chave. Agora vamos esperar ver como estará o tempo para amanhã”, encerrou o terceiro colocado no Mundial de F1, com 100 pontos somados, 29 a menos que o líder e pole-position deste domingo, Fernando Alonso.

Fonte: Grande Prêmio

Nem vi nada disto. Estava com as atenções concentradas em outro octete... rsrs...

Para mim, amanhã a vitória é de Vettel ou Alonso.

Beijinhos, Ludy

Comentários

bryan disse…
Por falar em "não viu", quem assistiu ao treino viu uma cena inusitada. Kimi Raikkonen usou o rádio para reclamar de Sérgio Perez por causa de uma "fechada".
Rosana Oliveira disse…
eu vi as 2 cenas...e tanto Webber quanto Perez...atrapalharam Seb e Kimi..Seb quis manter a paz na RBR por isso isentou o parceiro ai....mas na hr ele ficou bem bravinho tambem...rsrsr

Postagens mais visitadas deste blog

Mas logo o Maradona??