Mantendo a calma

Vettel prefere ignorar expectativa do título no Japão

Ao contrário dos rivais e da imprensa, alemão da Red Bull não vê Mundial como garantido

A Red Bull caminha rumo a um fim de semana histórico em Suzuka, mas Sebastian Vettel tenta ignorar a expectativa de título no circuito alemão.

Prestes a se tornar o bicampeão mais jovem da categoria, o alemão de 24 anos precisa de apenas um ponto nas próximas cinco corridas para garantir o título. O único rival do piloto, Jenson Button, precisa vencer o GP do Japão e torcer para Vettel não pontuar caso queira manter a disputa do título em aberto após o fim de semana.

Mas Vettel não vê nada como garantido e se recusa a aceitar o que todos os pilotos consideram iminente.

“No momento, não estou pensando no campeonato. Quero focar a corrida e depois descobrir se estamos em uma boa posição ou não. Certamente, é muito diferente do ano passado, onde tínhamos de vencer para manter vivas as chances [de título]”, afirmou Vettel.

“Neste ano, estamos em uma boa posição e ansiosos por isso de alguma forma, mas mesmo [o título] se estiver muito perto, é importante estar ciente de que você precisa dar esse passo final. Se são 10 pontos ou um ponto, ainda temos que ir lá e fazer isso”, acrescentou.

O alemão também minimizou a dominação da Red Bull neste ano. Para Vettel, a evolução apenas se deu porque os erros do ano passado foram corrigidos e não em decorrência do desenvolvimento do carro.

“Você tem de saber o que esperar. Nós trabalhamos muito duro. A diferença este ano não é o carro, é mais o lado operacional. Os membros da equipe são capazes de confiar uns nos outros. É um grupo grande. Não é apenas um ingrediente que tempera a comida”, explicou o alemão, que pretende lutar pela vitória neste fim de semana.

“Estamos em uma boa posição e estou ansioso para a corrida mais do que qualquer outra coisa. É uma pista especial, muito desafiadora, [principalmente] o primeiro setor. Não acho que haja qualquer razão para que eu a aborde de maneira diferente. A meta é tirar o melhor proveito do carro e o melhor de nós mesmos. Como disse, realmente gosto do circuito”, acrescentou.

A nove corridas do fim do campeonato, Vettel está prestes a completar um ano de recordes e ainda pode bater a marca de maior número de vitórias em uma temporada – pertencente a Michael Schumacher, que venceu 13 em 2004. O alemão de 24 anos, porém, diz que nunca vai se equiparar ao hexacampeão.

“Em relação a Michael, qualquer coisa que tentarmos fazer, ele fez muito mais”, explicou.

“Como disse, realmente tentamos abordar o campeonato corrida a corrida. Acho que no momento em que você começa a pensar em muitas coisas, geralmente os outros detalhes escapam de suas mãos. Isto seria errado.”

Fonte: Tazio

Acho que está certo, o Vettel. Nesta hora, toda tranquilidade é bem-vinda!

Beijinhos, Ludy

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Para Lu... um Feliz Aniversário!!!!!!

Lu, parabéns pelo seu dia!!!!