Bullying

Ex-chefe de Heidfeld, Jordan diz que Renault pratica 'bullying' contra piloto

Nick Heidfeld está sendo vítima de 'bullying' na Renault. A opinião é de Eddie Jordan, ex-chefe da equipe que levava seu sobrenome e hoje comentarista de TV. De acordo com o britânico, as críticas públicas feitas contra o veterano alemão por parte da equipe têm o objetivo de desmotivá-lo para que desista de sua vaga.

De acordo com o Olweus, principal programa de prevenção ao bullying nos Estados Unidos, a expressão significa a exposição de alguém a repetidas situações e ações negativas, normalmente vinculadas ao espaço escolar. Jordan citou o fato para caracterizar a situação vivida por Nick. "É algo que pode ser descrito como bullying. Eles provavelmente querem diminui-lo para que ele jogue a toalha voluntariamente."

"Para mim, ele é o Sr. Consistência. Sei disso porque Nick pilotou para mim por um ano. 2004 foi um ano muito difícil financeiramente para a Jordan, e não pudemos dar a ele o carro que ele merecia. O mesmo vale para o momento atual da Renault", declarou.

Apesar das críticas por supostamente não substituir Robert Kubica à altura, Heidfeld está à frente do companheiro Vitaly Petrov no Mundial de Pilotos: o alemão tem 34 pontos, dois a mais do que o russo
(fonte: Grande Prêmio)

***

Posso dizer uma coisa?! Este Boullier é um sujeito muito ... tosco (para não dizer outra coisa!!!

Bjinhus, Tati

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Roubou a cena!