Semana JV 2010 - O dia de um sonho realizado

Aproveito este dia lindo de hoje para escrever sobre um momento especial que o aniversariante em questão me deu de presente.

18 de julho de 2009. Um dia comum, como qualquer outro, mas não na minha vida. Foi neste dia que finalmente conheci pessoalmente Jacques Villeneuve. Até esta data eu havia esperado exatos 13 anos e quatro meses.

Não foi um período fácil. Ser fã de Jacques Villeneuve nunca foi fácil. Não por ele, mas por causa das pessoas e instituições que ele atingia ao sempre dizer o que lhe vem à mente. A maior qualidade que tem, sinceridade. Mas eu não me arrependo, e se pudesse, viveria tudo novamente, sem jamais pensar duas vezes. Tenho muito orgulho de ser fã deste canadense.

Foi com Jacques que comecei a gostar da F1, foi por causa dele que aprendi como o circo funciona, foi com ele que passei por momentos inesquecíveis, por causa dele ganhei amigos (dona Luane está aí para provar), foi ele que me fez entender o lado bom e ruim da F1. Ele me "apresentou" Kimi Räikkönen e por tudo que passei como sua fã (de JV), soube entender (ainda que me sentisse triste e magoada com a saída de Kimi da F1) que há males que vêm para o bem.

Muitas pessoas podem achar que um ídolo é apenas um ídolo, mas eu não concordo. Um ídolo te ensina, te dá motivação, te dá amigos, te proporciona momentos felizes e tristes. Ele é apenas uma pessoa de carne e osso como você, não é um deus, mas te faz um bem importante. Por isto eu agradeço a Jacques Villeneuve por todos estes anos em que esteve "presente" em minha simples vida, porque eu digo, não houve um único dia destes 13 anos e quatro meses que me separaram do momento de realização do meu sonho, que eu não lembrasse de Jacques Villeneuve e como ele é importante para a pessoa que sou hoje. Meus pais, minha irmã e amigos próximos sabem do que eu falo.

Naquele dia 18 de julho de 2009, em Interlagos, eu pude falar com ele por um minutinho, ouvir um obrigado e ganhar um olhar de agradecimento e simpatia. Até hoje, quando tento escrever o que se passou comigo, não consigo. As palavras me faltam. Então deixo as fotos que guardarei como relíquias. Elas são as provas mais concretas que eu tenho para dizer a vocês: lutem para realizar o sonho mais simples ou o mais complicado que vocês têm. Eles não são impossíveis, estão apenas um pouco distante. Busquem força para alcançá-los e acreditem!! Eles podem se realizar!

Meus autógrafos: cd de JV (ele falou um "Ohhhh... quando viu o cd..hahaha) e em um livro escrito por ele depois de seu primeiro ano na F1

Minha mãe Maria Helena, Tatinha e eu. Cada uma teve sua chance de tirar uma foto com Jacques.

Beijinhos, Ice-Ludy

Comentários

Ludy, tu não sabe como eu sou feliz por ti ter conseguido esses autógrafos e fotos. Esses momentos. Me senti super hiper mega bem representada.
E de fato, a melhor coisa que já ganhei desse canadence desbocado foram as amizades, em especial a tua :))

Lu M
Anônimo disse…
Oi aonde eu encontro este livro em que ele escreveu. As músicas eu abaixei da internet.Porque a edição é muito limitada, só cinco mil cópias.

natalia barbosa disse…
Eu encontrei o livro, mas não existe tradução.Já o CD eu tentei encontrar mas eu soube que era uma edição muito limitada de apenas cinco mil cópias, então baixei da internet.
Oi Nathalya! O CD uma amiga que morava no Canadá na época comprou para mim e o livro eu pedi pela Amazon. Não tem no Brasil.

bjs

Ludy

Postagens mais visitadas deste blog

Para Lu... um Feliz Aniversário!!!!!!

Lu, parabéns pelo seu dia!!!!