Ele vai voltar?

"Posso retornar à F-1 após 2012", cogita Briatore

O italiano Flavio Briatore, ex-chefe da equipe Renault, considerou retornar à F-1 em 2012, mas não como dirigente de alguma equipe.

Banido pela FIA do automobilismo em 2009, após uma escândalo de manipulação de resultados, Briatore conseguiu reverter sua pena e teria o direito de voltar à categoria, algo que ele garante não estar interessado em fazer no momento.

"Fui tratado como um criminoso. Nunca voltarei a ser dirigente de equipe, mas talvez eu retorne após 2012 em algum outro cargo", disse Briatore, em entrevista ao Sky Sport 24.

Bernie Ecclestone, detentor dos direitos comerciais da F-1 e amigo de Briatore, sugeriu ao italiano que voltasse à categoria.

"Acho que ele poderia atuar em algum cargo de promoção da F-1", disse o inglês, que no momento do julgamento do italiano se demonstrou contra a maneira com a qual a FIA conduziu as investigações.

Briatore foi o responsável por um dos maiores escândalos da F-1 que se tem notícia. Em 2008, no GP de Cingapura, ele pediu ao piloto brasileiro Nelsinho Piquet para que batesse deliberadamente em um muro, forçando a entrada do safety car.

O objetivo da trapaça seria favorecer a vitória do bicampeão Fernando Alonso, estrela da equipe francesa à época.

Comprovada a manobra, Briatore e Nelsinho foram julgados na Corte de Paris. O brasileiro foi absolvido por ter delatado o ocorrido, ao passo que Briatore foi banido _pena que reverteu alguns meses depois_ e Pat Symonds, ex-chefe de engenharia, afastado da F-1 por cinco anos.
(fonte: Tazio)

***

E aí, vocês acham que ele volta mesmo??!

Mas o "melhor" da notícia é esta frase: "O objetivo da trapaça seria favorecer a vitória do bicampeão Fernando Alonso, estrela da equipe francesa à época."

Ai ai ai... affff mil vezes!!

Bjinhos, Tati

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Para Lu... um Feliz Aniversário!!!!!!

Lu, parabéns pelo seu dia!!!!