"À procura do Iceman" por Lady Snowcat


À procura do Iceman
publicado em 19/02/2010 às 21:46 GMT
por Lady Snowcat

Lady Snowcat recentemente passou algum tempo nas profundezas gélidas da Suécia para assistir Kimi Räikkönen dar início a sua carreira de rali com um bom começo. Aqui, ela nos conta sobre como é torcer por seu cara em um ambiente tão frio.

Você já ficou no escuro, em uma floresta, longe de casa, muito cedinho na manhã, com uma camada de gelo em seu cabelo porque está -23°C, tudo para ver um cara pilotando em um carro excepcionalmente rápido? Se você já o fez eu apostarei contigo que você acabará se perguntado se está totalmente maluca.

É claro que a resposta para esta pergunta é óbvia. Você certamente está fora do seu estado normal, embora pareça haver algumas pessoas infectadas com a mesma doença, já que neste lugar gélido você certamente não está sozinha. Há um buchicho em discussão no momento que, pela primeira vez, não permite meu usual hobby de ouvir, já que o inglês não predomina.

Com um número de pequenas fogueiras surgindo gradualmente e tomando conta do escuro conforme o tom rosa do céu transforma-se em um azul suave, você pode ver mais pessoas tomando seu caminho para a mais suave, neve profunda se escondendo do terreno traiçoeiro abaixo dos pés. Você apenas tem que sorrir para começar uma conversa em inglês e receber boas-vidas ao redor das pequenas fogueiras. Isto acontece apenas antes dos seus dedos do pé caírem por estarem congelados e permitir que você tire a camada mais recente de suas luvas com o objetivo de conseguir um foto assim que o Iceman passar rapidamente.

Então você ouve um rosnado à distância e o som forte das hélices do helicóptero e a antecipação surge. De repente e com tudo um carro chega - é Mikko; então depois outro e é Seb; seguidos por Jari-Matti - cada salto vem alto e com um rugido, contorcendo-se através da pista conforme eles freiam para uma curva e te ensopam com neve assim que passam, então perto de você eles levam o seu fôlego com eles conforme se vão. Alguns mais do que outros!

Uma vez que certo finlandês bacana se vai é hora de se mover, talvez para outra especial, talvez para a área de serviço, talvez para um lanche de uma das mesas de armação montada com comida e bebida (sem vans de hambúrgueres ou nem mesmo sorvetes! uma visão aqui).

A área de serviço no meio de um aeroporto muito sombrio, Hagfors, não tem o charme de um paddock de F1, com é claro, uma exceção. A exceção aqui é muito importante para a minha visita, então tudo está ok com o mundo. Quando você não está entre as árvores, como em uma especial, até mesmo uma brisa mais levinha congela seus ossos. Os carros estão sob frágeis tendas de lona sem laterais e você sente pena pelos mecânicos lutando para fazer o trabalho suficiente em 15, 30 ou em generosos 45 minutos, para fazer os carros gradualmente gastos estarem prontos para outra bateria.

Os pneus parecem um sonho de Goth com 384 tachas em cada. Ser atropelada aqui resultaria em uma acupuntura severa, então eu resisti para não me jogar na frente do carro de ninguém!

A Suécia é totalmente maravilhosa com sua neve como gelo plano em grandes extensões de lagos congelados, casinhas pequenas, acres de árvores e um céu azul de arrasar. E carros de rali! Você tropeça neles em todos os lugares, incluindo ser ultrapassada na estrada aberta conforme eles se movem de uma especial para a outra. Conforme eles passam eu torço meu pescoço tentando ver se é o número 8. Por favor, deixe ser o número 8.

É sempre muito claro quando Kimi é esperado já que uma multidão se forma e de uma distância ela parece borbulhar com entusiasmo enquanto alguns pulam e outros escoram-se uns nos outros para tirar uma foto. Ele raramente sai de seu carro no começo ou no final de uma especial, mas movimenta-se por um curto caminho ao longo da estrada e, quando está longe da visão ou distante dos fãs, pula do carro para tirar seu capacete e checar os pneus. De fato, muitos pilotos seguem este processo, particularmente se, como Dani Sordo, você precisar tirar as folhas do carro e as fitas soltas que ficaram das especiais.

Eu poderia continuar por horas, mas eu acho que vocês todos já estão cansados com meu entusiasmo. Eu tenho mesmo é que dizer que vê-los na estrada das 5:30 da manhã às 8:40 da noite com paradas apenas para os serviços me fez ter um enorme respeito por estes caras que fazem isto. Há também algo realmente real sobre o rali que faz a multidão da F1 parecer quase, mas não completamente, estéril por comparação. Talvez os homens de verdade vão para o rali.

Fonte: Sidepodcast / Agradecimento: SleenS2S (Planet F1 Forum) / Tradução: Ludy

Nota: Ao usar este texto, por favor, não se esqueça de dar crédito ao Octeto (Ludy) pela tradução.

Simplesmente maravilhoso o texto acima!!!!! Se eu tivesse ido ao rali, provavelmente escreveria algo assim. Tive muitas destas impressões só de acompanhar de longe. A questão dos mecânicos então passou pela minha mente várias vezes durante a madrugada, enquanto ouvia o pessoal da World Rally Radio falando sobre o frio enlouquecedor que fazia por lá.

Eu amo F1, de verdade, e respeito todos aqueles pilotos que arriscam suas vidas naqueles carros maravilhosos, velozes, altamente desenvolvidos tecnologicamente. O barulho de um motor de um F1 é algo que me emociona sempre, e sempre o fará, porque eu amo aquilo.

Mas desde a primeira vez que acompanhei um rali (há um ano), tenho aprendido a cada dia que passa, a respeitar ainda mais os homens que pilotam um carro daquele. Homens que colocam suas vidas em risco em locais onde a natureza é dona e enfrentam condições surreais e inesperadas pelo mesmo prazer de um piloto de F1, a velocidade, a paixão pelo controle do seu próprio limite.

Definitivamente, fico feliz que eu tenha aprendido a amar tanto a F1 e agora, graças a Kimi, esteja aprendendo a me apaixonar pelo rali.

Beijinhos, Ice-Ludy

Comentários

Tomas disse…
Oi Ludy ; tudo bem?
aqui quem fala é o Tomás do Blog Fórmula 1.
entao, queria te avisar que mudei o meu blog ao wordpress, e agora ele tem um novo endereço:
http://theformula1.wordpress.com/

se vc puder te pediria trocar o link velho por esse novo.
poder ser?

bj, Tomás
Oi Tomás!!! Mudança feita!!! Obrigada por avisar!

bjs, Ludy

Postagens mais visitadas