Correndo em casa?

O novo campeonato que deve ser criado por oito das dez equipes que "racharam" da F-1 deve ter um calendário de 17 corridas.

E essas provas devem acontecer em circuitos que já receberam a F-1 no passado, mas foram "rejeitados" para paraísos árabes. Caso de México e Argentina, com o autódromo Oscar Gálvez, que estão na lista.

Também estão cotadas as pistas de Jerez (Espanha), Ímola (Itália), Montreal (Canadá), Indianápolis (Estados Unidos), Silverstone (Inglaterra), Magny Cours (França) e Adelaide (Austrália), de acordo com a agência alemã "SID".

Mas também outros circuitos estão na lista: Montecarlo (Mônaco), Monza (Itália), Abu Dhabi, Cingapura, Suzuka (Japão), Portimão (Portugal), Lausitzring (Alemanha), Surfer's Paradise (Austrália) e até uma prova urbana em Helsinki, capital da Finlândia.

O único circuito brasileiro capaz de receber a F-1, Interlagos, possui contrato com a FOM (Formula One Management) e não foi relacionado na lista.


Fonte: Tazio

Seria um sonho ver Kimi correr na Finlândia, mas acho muito difícil. Muito mesmo!

Beijinhos, Ice-Ludy

Comentários

Fátima disse…
Ai, tb ia adorar ver uma corrida na terra do Iceman!!!

Mas não sei se esse racha da FOTA vai adiante...

Não custa nada sonhar, neh?!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Mas logo o Maradona??

Alonso em 2023

Roubou a cena!