Será que acaba amanhã?

A Fota propôs a redução gradual do teto de custos e a criação de um sistema de parcerias técnicas com eventuais equipes novatas e está perto de alcançar um acordo com a FIA sobre 2010.

O site da revista inglesa "Autosport" diz que foi esse o balanço da reunião de quarta-feira da associação das equipes, em Londres, na Inglaterra.

Os atuais times esperam que, com parcerias técnicas, os novos gastem mais ou menos o que já esperavam gastar e disputem sua primeira temporada com "credibilidade".

A Fota defende uma redução gradual do teto orçamentário, de 100 milhões de euros (R$ 279,049 milhões) em 2010 para 45 milhões (R$ 125,572 milhões) em 2011.

As parcerias técnicas dariam às novas equipes assistência referente a partes, principalmente as que não representam diferencial de desempenho, e também dariam ajuda no processo de desenho.

Essa proposta tem como objetivo também impedir a cópia autorizada de carros, o que ocorre entre Red Bull e Toro Rosso, ambas da mesma empresa. Além disso, o plano será estruturado para que os novos competidores possam correr com as próprias forças em 2011.

Acredita-se que até sexta-feira um acordo final seja alcançado com a FIA. O prazo para inscrições para 2010 acaba justamente amanhã.

Serão 26 carros, no máximo, no grid de 2010, ou seja, se as atuais dez equipes continuarem na categoria, entrarão três novas. Duas novatas já pediram inscrições: Campos e USF1 (ou USGPE).


Fonte: Tazio
Beijinhos, Ice-Ludy

Comentários

Postagens mais visitadas