Não é novidade

Enquanto a Ferrari discute seu futuro na F1, Kimi Raikkonen mostra que a insatisfação com as novas regras aprovadas pela FIA para 2010 não deixaram descontentes apenas as equipes. O finlandês afirmou à emissora britânica BBC durante o final de semana do GP da Espanha que a indefinição sobre o regulamento para o próximo ano pode fazer com que ele decida deixar a categoria ao final do seu contrato com o time italiano, após a temporada de 2010.

"Essa não é mais a F1. Por isso fica essa dúvida, mas vamos ver o que vai acontecer. Há muitas questões em aberto e ninguém parece saber que tipo de regra vamos ter de seguir", afirmou o campeão mundial de 2007.

Kimi garantiu estar feliz na Ferrari, mas disse que pode repensar seu futuro no esporte após o término do seu contrato, que se encerra no fim de 2010. "Estou muito bem e tenho contrato por mais um ano; depois, fica a meu critério saber o que fazer. Vou ver como estará a F1. Vou cumprir meu acordo, mas não tenho pressa em definir o que acontece depois."

O nórdico também falou sobre algumas das questões polêmicas que envolvem as regras para 2010, como a introdução do teto orçamentário — um dos motivos que pode fazer com que a Ferrari desista da F1. "Não sou o cara certo para falar sobre isso, apenas digo que ainda há muitas questões em aberto. Acho que todos precisam ter um orçamento razoável, e seria legal ver todo mundo andando junto. Mas é difícil de fazer times grandes e pequenos andarem no mesmo nível, assim como é complicdo agradar a todos."

Por fim, Raikkonen garantiu que a Ferrari tem condições de vencer corridas em 2009, mas não mostrou o mesmo otimismo ao falar da possibilidade de o time de Maranello brigar por quaisquer títulos. "Acho que podemos vencer, mas não tenho certeza de que vamos disputar o campeonato. As próximas provas vão mostrar o caminho que percorreremos, e já sabemos que será difícil. Alguns times estão à nossa frente e não estamos felizes com isso, mas a atmosfera da equipe não mudou. Sempre há motivação, e nunca vamos desistir de trabalhar."

Fonte: Grande Prêmio

Esta história de pensar em parar por causa dos atuais rumos da F-1 é notícia de domingo. Na verdade, ele falou isto na entrevista para a BBC, que eu postei aqui (se alguém ainda não viu, vale a pena) e foi ao no prévio da emissora inglesa para o GP da Espanha.

E lá vai começar mais uma rodada de falar sobre Kimi isto, Kimi aquilo, Kimi aquilo outro...haja saco para aguentar tanta porcaria!!!

Beijinhos, Ice-Ludy

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mas logo o Maradona??

Alonso em 2023

Roubou a cena!