2010 sem Ferrari!!

Após receber um telefonema da D. Ludmila, tenho permissão para postar a grande notícia do dia, embora tal notícia não seja surpresa para ninguém!

Ferrari confirma que vai deixar F1 se regra do teto orçamentário seguir

A Ferrari é a mais nova integrante do grupo que ameaça deixar a F1, agora de forma oficial. A equipe confirmou agora há pouco nesta terça-feira (12) em Maranello que vai abandonar a categoria se a regra do teto orçamentário for mantida para o campeonato de 2010.

Os executivos da Ferrari, liderados por Luca di Montezemolo, estiveram reunidos por quase duas horas na sede da fábrica para discutir o desempenho do time nas cinco primeiras provas do campeonato e o futuro na categoria.

"Sem F1 em 2010 se as regras não mudarem", informou o comunicado da escuderia. "A Ferrari confirma sua oposição às novas regras impostas pela FIA e não pretende inscrever seus carros para o Campeonato Mundial de F1 de 2010", foi o complemento da nota.

Dias atrás, a FIA resolveu estabelecer um teto orçamentário de aproximadamente R$ 129 milhões, que seria optativo: as equipes que a seguissem teriam regalias; as que não aderissem a tal movimento teriam restrições. A preocupação em haver duas categorias em uma levou Toyota e Red Bull a se posicionarem visceralmente contra a regra, ameaçando tirarem seus times de campo — no caso da Red Bull também a Toro Rosso.

"Essas decisões devem criar - pela primeira vez na história - um campeonato com um padrão duplo de regulamento, baseado sobre regras técnicas e parâmetros econômicos arbitrários. Nosso conselho de administração acredita que, se esse será o quadro normativo do futuro da categoria, acabariam as razões que motivaram a presença da Ferrari no Mundial durante 60 edições", disse ainda o comunicado.

"Nosso conselho expressou discordância quanto ao método usado para adotar decisões tão sensíveis, recusando uma efetiva discussão com os times. Isto é, houve um desprezo às regras que contribuíram para o desenvolvimento do esporte nos últimos 25 anos."

"Normas iguais para todos, estabilidade de regras, continuidade do método e progressivo trabalho de diminuição de custos da parte da Fota (Associação de Equipes da F-1) são as prioridades para o futuro."

A única equipe a se manifestar a favor — em termos, porque, na verdade, não há um apoio, mas, sim, um conformismo — da regra foi a Williams. "Nós corremos. Que mais podemos fazer?", disse Frank Williams.
(fonte: Grande Prêmio)
***

Caraca... a Ferrari não me parace estar brincando! Claro que esta é uma forma de pressionar Max "Chicotinho" Mosley a voltar atrás, mas se as coisas não evoluirem, acho bem provável que a Ferrari não se inscreva mesmo, juntamente com Toyota, Red Bul e Toro Rosso.

Bom, ao meu ver, nada prende a Toyota na F1: não tem vitórias, títulos e nada do tipo!! Então, com um campeonato de regulamento tão ridículo como do ano que vem a Toyota é bem capaz de abandonar a F1 à la Honda: sem dó nem piedade!!

Eu particularmente acho que os times não deveriam se inscrever e provar para Max que eles não estão brincando! Quero ver se assim Sr. Mosley não repensa sobre estas decisões arbitrárias! F1 com apenas Williams e meia dúzia de times pequenos????? Sem campeões mundiais???

Sem as inscrição das equipes, Bernie Ecclestone vai arrancar os cabelos mas vai dar uma jeito de tentar resolver a situação! Ele não querer perder dinheiro...

AH!! E claro que o Sir Frank Williams pode reagir! Não só pode como deve! Ele não é qualqer um neste esporte não! Como pode alguém com o histórico que ele tem na F1 se conformar desta forma e aceitar as atutudes ditatoriais de Max Mosley!!!!! É lamentável... eu acho!

E vocês, acham que Ferrari, Toyota e Red Bull (e Toro Rosso lógico!) são mesmo capazes de deixar a F1 ou isso é apenas um blefe ?????

Bjinhos, Tati

Comentários

Andrea disse…
Ai Tati acho que e uma forma mais radical de precionar toda a patota da FIA, existe muito dinheiro de patrocinios dos Gps envolvido lógico que Bernie e Max vão ser precionados a ceder, como vc disse uma Toyota na vida não faria muita diferença, mais a Ferrari e muita tradição e muita rentabilidade...acho que na hora H, a FIA vai rever os valores...
Bjos
Andrea
Rodrigo Neto disse…
AH!! E claro que o Sir Frank Williams pode reagir! Não só pode como deve! Ele não é qualqer um neste esporte não! Como pode alguém com o histórico que ele tem na F1 se conformar desta forma e aceitar as atutudes ditatoriais de Max Mosley!!!!! É lamentável... eu acho!
F.Williams está entre o fogo e a frigideira. O negócio dele se resume à F1. Se ele não correr, não tem receita e por ai vai. A Ferrari,Toyota,Red Bull+TR não tem como a F1 seu principal negócio.
Outro detalhe sobre a Williams é que ela está literalmente "dormindo com o inimigo". Ela tem contrato com a nova F2 de Mosley como principal fonecedora. Se a Williams boicotar a F1, é ingenuo pensar que o Max Mosley não vai "chicotar" a Williams na F2 em retaliação.
Brawn GP e a FIndia são outras que tem na F1 seu principal negócio. Não se pode contar com elas.
BMW é uma incognita, mas deve assumir o lado da FOTA.
Já a Renault de Briatori, é complicado, mas deve tb assumir o lado da FOTA.
Teremos até o momento a F1 com 6 equipes pequenas. Williams + Brawn GP + FIndia + as "3" que anunciaram que devem "entrar" em 2010.
Vc vai assistir uma F1 com essas equipes ? Eu não... Prefiro um livro , ver um filme, acordar mais tarde... Ou não acordar de madru nos casos de GPs fora do horario europeu. Não vale a pena essa "F1" que parece que está vindo...
tati disse…
Verdade Tron!! A Willimas vive da F1, mas ainda assim acho que deve aceitar as arbitariedades de Max! Mas vc me trouxe algo que não sabia... sobre a F2!
Então, agora entendido o conformismo!!

E pode ter certeza, uma F1 sem Ferrari perderá muitos fãs ao redor do mundo!!

Bjinhos, Tati

Postagens mais visitadas deste blog

Mas logo o Maradona??

Alonso em 2023

Roubou a cena!