Pela equipe

Kimi Raikkonen desembarcou nesta quarta-feira (24) em Cingapura, que vai sediar neste final de semana a primeira corrida noturna da história da F-1, e afirmou que a meta para a 15ª etapa do Mundial é vencer. O finlandês admitiu que torce por maus resultados de seus adversários, mas deixou escapar um certo desânimo com relação à disputa pelo título.

O atual campeão, que ocupa a quarta colocação no campeonato, está a 21 pontos do líder, Lewis Hamilton, e a 20 do companheiro de Ferrari, Felipe Massa, restando quatro corridas para o encerramento da temporada.

"A coisa mais importante é vencer novamente", destacou o piloto. "A situação do campeonato está aí e eu não dependo mais somente dos meus resultados, mas principalmente do desempenho dos meus rivais. Na teoria, ainda não acabou, mas não estou mais no controle", completou.

"No ano passado, na segunda parte do ano, nós conseguimos um acerto incrível para o carro e eu fui capaz de vencer muitas corridas. Na verdade, agora temos um trabalho mais difícil pela frente, especialmente por causa da temperatura dos pneus. Quando a temperatura é adequada, o carro se torna competitivo. Por isso, vamos fazer o máximo que pudermos em Cingapura. Já isso muitas vezes: meu objetivo é vencer, sempre", acrescentou.

"Em Monza, tive uma final de semana ruim, mas fomos muito bem nos testes de Mugello. O carro se mostrou muito competitivo com pista seca nas últimas provas, e nós conseguimos desenvolver algumas soluções, o que deve melhorar a nossa performance. Na semana passada, passei um bom tempo no simulador em Turim e acho que temos uma boa idéia do circuito cingalês", revelou.

Por fim, Raikkonen reconheceu que vai trabalhar pelo time. "Já me contaram que sempre chove no início da noite em Cingapura. Acredito que isso não será uma preocupação para nós, porque todos terão de enfrentar a mesma situação. Para ser sincero, acho que temos enormes chances de ganhar nessas quatro últimas etapas, e vou fazer o máximo para isso, além de ajudar a equipe a atingir as metas deste ano", finalizou.


Fonte: Grande Prêmio

Beijinhos, Ludy

Comentários

Postagens mais visitadas