2 de setembro de 2016

"Ele matou uma pessoa", diz Verstappen sobre Villeneuve

Verstappen rebate Villeneuve: "ele matou uma pessoa"

Em entrevista à TV holandesa, piloto da Red Bull responde ao campeão mundial de 1997, lembrando de episódio de 2001, na Austrália

Jacques Villeneuve disse há poucos dias ao Motorsport.com que Max Verstappen precisaria se acalmar ou "acabaria matando alguém", após o controverso GP da Bélgica em que o piloto da Red Bull encontrou os carros da Ferrari na primeira curva da primeira volta e também quando bloqueou Kimi Raikkonen de maneira perigosa. 

O holandês demorou um pouco para responder o campeão de 1997, mas quando perguntado pelo canal holandês NOS, Verstappen disse: "ele deve ter cuidado quando se fala da morte de alguém, porque ele matou uma pessoa", se referindo ao acidente no GP da Austrália de 2001, causado pelo pneu do carro do piloto canadense, que atingiu um comissário de pista que não resistiu aos ferimentos. 

"Ele tem que olhar para si mesmo", continuou o piloto da Red Bull, "Acho que é uma falta de respeito com a família do falecido comissário".

Fonte: br.motorsport.com

Passo o dia todo trabalhando e chego em casa, para postar no blog e a primeira coisa que leio é isto.


É inacreditável o nível baixo que chega um ser humano. Foi por uma declaração como esta, que por anos eu odiei o Juan Pablo Montoya, que acusou Jacques de ser um assassino.

Não há episódio na carreira de Villeneuve que mais me doa, ou que mexa com os meus sentimentos mais profundos do que este. Eu fico furiosa! FU-RI-O-SA!

 
De certo, naquele domingo de 2001, Jacques (aquele que caso você não saiba, seu MOLEQUE, perdeu o pai nas pistas de F1) levantou e falou para si mesmo: "Nossa! Que belo dia para matar alguém!".

Nunca vivi algo tão angustiante como torcedora do canadense. Nervosa e preocupada porque ele havia batido feio, e depois por tudo o que houve e por imaginar como ele deve ter se sentido com o que aconteceu. 

 
Em tantos anos de F1, eu nunca vi ninguém tão imbecil quanto este MOLEQUE. E não, não me venham com esta de que ele é novinho e não sabe o que fala, porque com 18 anos nas costas ele sabe muito bem o que está fazendo, dizendo.

Jacques ao afirmar que você "poderia matar alguém" está se referindo ao perigo que suas manobras irresponsáveis e desleais podem causar. E você as faz com consciência, sabe que não pode, e ainda assim as faz. Isto, a sua arrogância em achar que pode tudo, esta atitude é que pode levar a algo pior. Ele não te acusou de ser um assassino, como você acabou de fazer.

A sua falta de respeito, a sua pequenez, a sua covardia com esta declaração é algo que eu nunca vi na minha vida de torcedora da F1, e olha que eu acompanho a categoria muito antes de você existir.

E sobre o desrespeito com a família do comissário, não foi Jacques que cometeu este ato, foi você. 

Beijinhos, Ludy

2 comentários:

Carlos disse...

Usando as palavras de Flavio Gomes: babaca. Este vai começando a carreira colecionando desafetos e inimigos. Falta de inteligência.

Octeto Racing Team disse...

Ao anônimo que comentou, por favor, se quiser comentar novamente fique à vontade, mas assine. Não aceitamos comentários anônimos, como explicado abaixo.

Obrigada.

Ludy