5 de julho de 2016

E se fosse Alonso?!

Lauda diz que Hamilton mentiu sobre relação com Rosberg e revela tensão: “Ele destruiu sala em Baku”

 O clima de tensão na Mercedes vai muito além do embate entre Lewis Hamilton e Nico Rosberg na última volta do GP da Áustria de F1, ocorrido no último domingo (3). E por mais que o tricampeão afirme que a relação com seu companheiro de equipe é a melhor desde sempre, Niki Lauda revelou que a situação não é bem assim.

Em entrevista à emissora austríaca Servus TV, de propriedade da Red Bull, o presidente não-executivo da Mercedes afirmou que Hamilton mentiu. Lauda foi além e disse também que o britânico destruiu sua sala privativa no motorhome da Mercedes para descontar a frustração pelo erro cometido no treino classificatório do GP da Europa, em Baku, no Azerbaijão.

A entrevista foi gravada na sexta-feira na Áustria, mas só foi exibida na noite da última segunda-feira (4), portanto já depois de eclodir uma nova crise na Mercedes.

 A frustração maior de Hamilton, além da batida, é que em Baku o acidente deu de bandeja a pole-position para Rosberg, que acabou vencendo a corrida. “Ele fez isso porque ele bateu. Ele vai ter de pagar por isso. Você pode contar com isso”, bradou Lauda. “Ele me disse que eu não poderia entrar porque ele estava indo para destruir tudo. E foi o que aconteceu”, revelou o austríaco.

 Sem papas na língua, Lauda foi além e disse que Hamilton mentiu em entrevista a respeito da sua relação com Rosberg. Antes do GP da Áustria, Lewis disse que o nível de relacionamento com seu companheiro de equipe era o melhor possível e falou sobre uma conversa à beira da piscina que acabou por estreitar os laços com o alemão. Mas Lauda afirmou que tal conversa jamais aconteceu.

Mais comedido ao falar sobre o assunto, Rosberg disse que o relacionamento era o mesmo de sempre e, em tom quase profético, afirmou que novos problemas surgiriam entre os dois. Como de fato surgiu no fim de semana em Spielberg.

“Lewis mentiu sobre isso, simples assim. Ele queria ser o apaziguador para ter paz no fim de semana. Ele faz o que pode”, comentou o ex-piloto, que ainda prevê mais tensão na equipe prateada. “A luta fica mais quente quando Nico está na frente”, finalizou.


Logo a F1 vai acompanhar o fervo das consequências das declarações e da situação em pista, já que no próximo fim de semana tem o GP da Inglaterra.
(fonte: Grande Prêmio)

***

Hahahahahahahahahahhaha... Eita mundo de "dois pesos, duas medidas"... Isso, de quebrar tudo, para Hamilton vai virar coisa LINDA ... agora imagina se fosse Alonso?! O que diriam dele, hein?!

Pois é...

Bjuss, Tati

Nenhum comentário: